21/01/2022 às 14h53min - Atualizada em 21/01/2022 às 14h53min

População deve manter cuidados contra Covid-19 na praia

A recomendação é que a população tenha bom senso para manter o distanciamento social, ainda que esteja em um ambiente aberto como praia.

AB NOTICIAS NEWS
Tribuna da Bahia
Divulgação

Com o crescente número de casos de Covid-19 em todo o estado, atribuídos principalmente à variante Ômicron, a população precisa ficar em alerta e continuar tomando todas as medidas de segurança contra a proliferação do coronavírus. Com a chegada da alta estação, o número de pessoas que têm ido às praias de Salvador também tem aumentado, e com isso, é necessário redobrar a atenção com possíveis aglomerações.

A médica infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Adielma Nizarala, ressalta sobre a importância de nesse momento as medidas de segurança contra a transmissão do vírus serem seguidas. “Algumas medidas foram flexibilizadas, mas os cuidados de segurança que a própria população deve ter devem ser seguidos à risca”.

Adielma reforça que o recomendável é a escolha de praias menos movimentadas para que o indivíduo possa frequentar. Ainda que o ambiente de faixa de areia seja aberto, o cidadão deve continuar utilizando a sua máscara para combater a proliferação do vírus da Covid-19 pelo ar.

Para a médica, outro fator que também faz a diferença na ida à praia é referente à escolha do horário. Quem for ao período da manhã, entre 8h e 9h, encontrará uma praia mais tranquila, cenário bastante diferente de quem for ao período da tarde, quando pode encontrar praias cheias e aglomeradas.

A recomendação é que a população tenha bom senso para manter o distanciamento social, ainda que esteja em um ambiente aberto como praia. Adielma orienta um distanciamento de 1 metro para cada mesa ou cadeira colocada na faixa de areia.

O uso de máscara é indispensável na vida do cidadão para evitar o risco de transmissão ao vírus da Covid-19 e de outros vírus. A retirada só deve ser realizada no momento do banho do mar, lembrando que, ao voltar à areia, o cidadão deve recolocar a máscara no rosto, além de contar com o uso frequente do álcool em gel após exposições de objetos e/ou contatos com outras pessoas.

A máscara deve ser utilizada mesmo pelas pessoas que fazem atividades físicas na faixa de areia, como corridas, caminhadas e exercícios funcionais. Para as máscaras cirúrgicas — essas as mais recomendadas — a especialista orienta que a troca seja realizada a cada 4 horas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »