30/08/2022 às 08h26min - Atualizada em 30/08/2022 às 09h00min

Confiança do comércio atinge maior patamar em um ano; dos serviços tem queda

Nos dois indicadores, houve melhora nas expectativas, mas piora nas percepções sobre a situação presente.

G1
https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/08/30/confianca-do-comercio-atinge-maior-patamar-em-um-ano-dos-servicos-tem-queda.ghtml
Nos dois indicadores, houve melhora nas expectativas, mas piora nas percepções sobre a situação presente. A confiança do comércio subiu em agosto, e atingiu o maior patamar em um ano. Segundo dados divulgados nesta terça-feira (30) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador passou de 95,1 para 99,4 pontos de julho para agosto.
"Ao contrário do que vinha ocorrendo em meses anteriores, a alta desse mês foi toda influenciada pela melhora das expectativas. A desaceleração da inflação, medidas de estímulo do governo e melhora da confiança do consumidor contribuem no ânimo dos empresários do setor com os próximos meses", avaliou em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV/Ibre.
Embora, como aponta o economista, o índice de expectativas tenha subido de 84,8 para 94,5 pontos, a avaliação sobre a situação presente recuou pelo segundo mês seguido.

"Para os próximos meses ainda é possível imaginar resultados positivos, mas é necessária cautela considerando o ambiente macroeconômico ainda frágil e com alguma oscilação devido à proximidade das eleições", aponta Tobler.
Nos serviços, confiança recua
Depois de cinco altas consecutivas, a confiança dos serviços teve leve queda em agosto, passando de 100,9 para 100,7 pontos – ainda denotando otimismo.
"Apesar de uma avaliação favorável sobre a situação atual dos negócios, há uma percepção de desaceleração na demanda atual", apontou o economista.
Assim como no comércio, os serviços tiveram alta nas expectativas, de 100,9 para 101,3 pontos, mas queda na percepção sobre a situação atual, de 100,8 para 100,1 pontos.
"Ainda é cedo para afirmar que haverá uma reversão da tendência positiva que vinha ocorrendo pois existem perspectivas otimistas em relação a demanda nos próximos meses", diz Tobler,
"Apesar de um ambiente macroeconômico desafiador e com sinais de desaceleração, a redução da inflação e as medidas de estímulo feitas pelo governo parecem sustentar os resultados favoráveis até o momento".

Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/08/30/confianca-do-comercio-atinge-maior-patamar-em-um-ano-dos-servicos-tem-queda.ghtml


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia