28/08/2022 às 19h14min - Atualizada em 29/08/2022 às 12h02min

Ignácio de Loyola Brandão: “Ter um projeto pela frente me obriga estar vivo”

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
Nunca é tarde para realizar sonhos. Aos 86 anos, Ignácio de Loyola Brandão é prova viva disso. Neste sábado (27/8), durante a 21ª FIL – Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto, o escritor revelou que foi convidado a escrever um roteiro para o cinema. “Será uma adaptação do meu livro “Dentes ao Sol”. Com isso, vou realizar o primeiro sonho que tive na vida, que é o de escrever para o cinema”, disse. Além deste, outro livro de Loyola deve virar filme pelas mãos do diretor José Eduardo Belmonte (de Alemão).

E o convite veio ao mesmo tempo em que o escritor descobriu uma diabetes, após apresentar problemas no olho direito. “O médico disse que quase tive um AVC e escapei da cegueira. Mas ao mesmo tempo tenho a oportunidade de realizar um sonho. Ter um projeto pela frente me obriga estar vivo”, disse Loyola na conversa mediada por atriz e pedagoga, Laura Abbad.


Com o tema “O Brasil que mora em mim”, a conferência do escritor fez parte da Sessão Mapa Literário. “Meu primeiro Brasil foi Araraquara, onde descobri a leitura observando meu pai, expressando emoções a cada livro que lia. Aprendi a importância de sonhar, de fantasiar, pelas mãos de minhas professoras Lurdes e Ruth. Fui realizar meus sonhos paulistanos graças ao professor Ulisses, de matemática, que me permitiu sonhar. Meu Brasil são os meus professores”, relembrou.

Acostumado a percorrer feiras literárias por todo o País, Loyola contou histórias sobre suas passagens de Norte a Sul. Histórias de transformações de vidas por meio da literatura e da educação. “Vivemos um momento angustiante, de repressão à cultura e à educação, mas cada evento, cada feira literária, como a que vocês realizam há anos em Ribeirão Preto, é um movimento de resistência em curso no País”, disse.

Sobre a Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto

A 21ª edição da Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto acontece de 20 a 28 de agosto deste ano traz como proposta de reflexão o tema "Do Caburaí ao Chuí: a força da Literatura Brasileira". A proposição embasa todas as atividades e debates do evento.

Neste ano, a FIL oferece uma programação com atividades presenciais e outras em formato on-line, reunindo palestrantes e participantes de diversas localidades.  Todas as atividades são gratuitas e abertas à população. São salões de ideias, conferências, palestras, mesas-redondas, oficinas, shows, espetáculos infantis, performances, contações de histórias, saraus e projetos educacionais, entre outras.

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, responsável pela realização da Feira Internacional do Livro da cidade, hoje considerada a segunda maior feira a céu aberto do país.

Com uma trajetória sólida, projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação do Livro e Leitura se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (https://www.facebook.com/fundacaolivrorp)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma www.fundacaodolivroeleiturarp.com


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia