04/08/2022 às 10h42min - Atualizada em 05/08/2022 às 00h12min

Rússia condena Brittney Griner, jogadora de basquete americana, a 9 anos de prisão; Biden diz que é 'inaceitável'

A estrela do basquete foi presa em fevereiro, acusada de tráfico de maconha. O presidente dos EUA pediu que ela seja libertada imediatamente.

G1
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/08/04/procuradoria-da-russia-pede-9-anos-e-meio-de-prisao-para-jogadora-americana-de-basquete.ghtml

A estrela do basquete foi presa em fevereiro, acusada de tráfico de maconha. O presidente dos EUA pediu que ela seja libertada imediatamente. Brittney Griner, jogadora de basquete americana, chegando a corte da Rússia
Evgenia Novozhenina/Pool/REUTERS
A corte russa responsável pelo julgamento da atleta Brittney Griner declarou nesta quinta-feira (4) que a estrela de basquete da WNBA cometeu crimes de porte de drogas e contrabando. Ela terá que cumprir pena de nove de anos de prisão.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Brittney foi detida em fevereiro ao desembarcar em Moscou portando cartuchos de vape com óleo de cannabis. A atleta de 31 anos é considerada uma das melhores jogadoras de basquete do mundo.
Rússia condena Brittney Griner, jogadora de basquete americana, a 9 anos de prisão
Anteriormente, a Procuradoria da Rússia pediu uma pena de nove anos e meio de prisão para a estrela americana do basquete Brittney Griner. Esta é quase a maior pena possível para o crime, que pode chegar a 10 anos de prisão.
Leia também
Breonna Taylor: governo dos EUA acusa 4 policiais por homicídio mulher negra morta no próprio apartamento
Mísseis de exercício militar da China caem em águas do Japão, diz imprensa do país
Brasileira presa na Tailândia por tráfico de drogas foi condenada a 9 anos e 6 meses de prisão
Brittney também terá que pagar uma multa de 1 milhão de rublos, aproximadamente R$ 85,8 mil.
Griner se declarou culpada de transportar a substância à Rússia por descuido e negou qualquer tipo de tráfico de entorpecentes.
Nesta quinta-feira, o promotor afirmou que ela tentou de modo intencional ocultar dos funcionários da alfândega no aeroporto o líquido a base de cannabis.
Brittney Griner durante partida pela WNBA em outubro de 2021
Ralph Freso/AP
EUA chegou a propor 'troca de prisioneiros'
Com o conflito na Ucrânia, o julgamento de Griner ganhou uma dimensão geopolítica com negociações entre Moscou e Washington sobre uma possível troca de prisioneiros, que poderia beneficiar a atleta.
Na semana passada, o chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, informou que Washington fez uma "oferta consequente" a Moscou para obter a libertação de Griner e de outro americano detido na Rússia, Paul Whelan.
Para garantir a liberação da atleta, os Estados Unidos se propuseram a liberar um russo condenado por tráfico de armas, que cumpre uma pena de 25 anos no país.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que a detenção da jogadora é injusta:
"É inaceitável, e eu peço que a Rússia a liberte imediatamente, para que ela possa ficar com sua esposa, seus entes queridos, amigos e suas companheiras de equipe", disse Biden em um comunicado.
Brittney Griner durante audiência em corte da Rússia
Evgenia Novozhenina/Pool/REUTERS
A jogadora de basquete americana Brittney Griner durante audiência em corte da Rússia
Evgenia Novozhenina/Pool/REUTERS

Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/08/04/procuradoria-da-russia-pede-9-anos-e-meio-de-prisao-para-jogadora-americana-de-basquete.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »