30/07/2022 às 14h16min - Atualizada em 31/07/2022 às 00h03min

Espanha confirma morte de segunda pessoa com varíola dos macacos

País havia informado a primeira morte de paciente infectado na sexta; Brasil tem uma morte confirmada.

G1
https://g1.globo.com/saude/noticia/2022/07/30/espanha-morte-variola-dos-macacos.ghtml

País havia informado a primeira morte de paciente infectado na sexta; Brasil tem uma morte confirmada. Partícula do vírus da varíola dos macacos; OMS detectou cerca de 80 casos em 12 países
SCIENCE PHOTO LIBRARY
A Espanha anunciou, neste sábado (30), a segunda morte de uma pessoa infectada com a varíola dos macacos (monkeypox) do país. A primeira havia sido anunciada na sexta-feira (29).

De acordo com a imprensa espanhola, ambas as mortes estão sendo investigadas para determinar se a causa foi a varíola dos macacos. O jornal "El País" apurou que os dois pacientes desenvolveram uma inflamação no cérebro (encefalite) após contrair a doença.
Segundo a última atualização do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências Sanitárias, a Espanha tinha, até sábado (29), 4.298 casos confirmados da doença – o maior número fora da África até agora.
Veja as características dos pacientes afetados na Espanha:
As idades vão de 10 meses a 88 anos;
Do total de casos, 4.081 ocorreram em homens e 64 em mulheres. Três casos não têm dados sobre o sexo dos pacientes;
120 pessoas (das 3.750 para os quais há informação) precisaram ser hospitalizadas;
135 pacientes (dos 2.353 para os quais há informação) tiveram complicações – as mais frequentes foram infecções bacterianas secundárias e úlceras bucais;
3.458 dos 4.148 pacientes para os quais há informação eram homens que fazem sexo com homens. (Veja o que se sabe sobre transmissão sexual);
Nos casos em que a forma de transmissão mais provável é conhecida (2.253), 82% das infecções ocorreram por contato próximo no contexto de uma relação sexual; outros 10,5% ocorreram por contato próximo não sexual. (Entenda mais sobre as formas de transmissão da doença).
Os óbitos na Espanha são os primeiros pela varíola dos macacos na Europa, que concentra mais de 70% dos casos fora da África.
Na sexta-feira (29), o Brasil também confirmou a primeira morte pela doença. Ao todo, o mundo já soma três mortes confirmadas pela varíola dos macacos fora do continente africano e 5 na África.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a varíola dos macacos uma emergência de saúde global no último sábado (23).
O que é a varíola dos macacos?
A varíola dos macacos é uma doença causada pelo vírus monkeypox, que pertence à mesma família (poxvírus) e gênero (ortopoxvírus) da varíola humana. A varíola humana, no entanto, foi erradicada do mundo em 1980, e era muito mais letal.
A transmissão ocorre por contato próximo com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados, como roupas de cama, independentemente da orientação sexual de quem está infectado.
A doença costuma causar os seguintes sintomas iniciais:
febre
dor de cabeça
dores musculares
dor nas costas
gânglios (linfonodos) inchados
calafrios
exaustão
Dentro de 1 a 3 dias (às vezes mais) após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo.
Nos últimos tempos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa de letalidade da varíola dos macacos foi de cerca de 3% a 6%; para a varíola humana maior, já erradicada, esse percentual chegava a 30%.

Fonte: https://g1.globo.com/saude/noticia/2022/07/30/espanha-morte-variola-dos-macacos.ghtml


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia