29/07/2022 às 07h44min - Atualizada em 30/07/2022 às 00h01min

Telemedicina aumenta o acesso ao atendimento a pacientes com perdas gestacionais de repetição e infertilidade

O paciente mudou sua forma de cuidar da saúde e os aparelhos inteligentes como celular, relógio e até casas melhoram a qualidade de vida

SALA DA NOTÍCIA Via Assessoria
Freepik
O cuidado com o paciente está mudando consideravelmente com a evolução das tecnologias. “A saúde conectada é um caminho sem volta. E com a genética médica não é diferente. O paciente vem com informações obtidas pela internet, com exames cada vez mais complexos, na palma da sua mão. Estar preparado para um novo olhar quanto a saúde do paciente é parte do cuidado médico”, explica Dr. Caio Bruzaca, médico geneticista. 
A genética médica é uma especialidade com menos de 500 médicos em todo o Brasil e, inclusive, muitas Regiões não têm acesso a essa especialidade, o que aumenta consideravelmente a demora em obter um diagnóstico. “A telemedicina é um método da prática da medicina, ou seja, apesar de não ser tão nova quanto se imagina, faz com que a distância entre o paciente e o serviço de saúde não seja mais um empecilho”, explica Dr. Caio.
Como toda metodologia, a telemedicina tem suas vantagens e desvantagens. Para uma especialidade como a genética médica em que o exame físico é muito importante, ainda é um entrave a adesão aos pacientes ao uso da teleconsulta. “A teleconsulta é muito bem aplicada no atendimento de casais como na perda gestacionais e na reprodução humana.

Ainda mostrando a realidade dos outros países, observa-se que há alta adesão na telemedicina como metodologia visando educação em saúde e qualidade na informação na internet. Um exemplo é o Health on Net Code of Conduct. Ainda não há nenhum órgão certificador de qualidade da informação em saúde no Brasil. “Apesar dos esforços da mídia de garantir a qualidade de informação em saúde na imprensa e na internet, ainda não houve nenhum esforço por parte dos órgãos regulamentadores em criar uma certificação para tal. Acredito que num futuro próximo, estas informações devam ser cada vez mais fiscalizadas”, explica o Dr. Caio e um dos principais apoiadores do movimento no Brasil.
No geral, acredita-se que a telemedicina na genética médica poderia ampliar o acesso irrestrito da população ao especialista, porém ainda é muito desconhecida a atuação desta especialidade. “A presença de médicos especialistas na internet e na mídia mostrou-se que a cada dia que passa, a população entende a importância da especialidade, e mais do que isso, a valorização deste profissional. A telemedicina mostra um grande diferencial que, além de conhecer melhor o especialista, é possível se consultar com os mais recomendados”, finaliza Dr. Caio Bruzaca.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia