28/07/2022 às 15h06min - Atualizada em 29/07/2022 às 00h05min

Centrais sindicais decidem apoiar manifesto em defesa da democracia elaborado pela Fiesp

Texto, ainda em elaboração pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), deve ser lido em evento no dia 11 de agosto em São Paulo, pouco antes do lançamento da carta organizada pela Faculdade de Direito da USP. As duas iniciativas defendem o processo eleitoral brasileiro.

G1
https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/eleicoes/2022/noticia/2022/07/28/centrais-sindicais-decidem-apoiar-manifesto-em-defesa-da-democracia-elaborado-pela-fiesp.ghtml

Texto, ainda em elaboração pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), deve ser lido em evento no dia 11 de agosto em São Paulo, pouco antes do lançamento da carta organizada pela Faculdade de Direito da USP. As duas iniciativas defendem o processo eleitoral brasileiro. As Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST, CSB, Pública, Intersindical Central da Classe Trabalhadora decidiram, nesta quinta-feira (28), assinar o manifesto “Em Defesa da Democracia e da Justiça”. O texto está sendo elaborado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e conta com o apoio de outras entidades da sociedade civil, como a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).
O manifesto capitaneado pela Fiesp é o segundo manifesto público lançado em defesa da democracia após seguidos ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao sistema eleitoral. Segundo a entidade, a visão é de que "o respeito ao estado de direito e o desenvolvimento são condições indispensáveis para o Brasil superar os seus principais desafios".
Fiesp prepara manifesto em defesa da democracia; Febraban diz que assinará documento

O texto, ainda em construção, será publicado em jornais de circulação nacional.
A outra iniciativa é a “Carta aos Brasileiros e Brasileiras em Defesa do Estado Democrático de Direito”. Esta, divulgada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), conta com assinaturas de pessoas físicas, e não de entidades. O texto já passou de 270 mil adesões.
As centrais sindicais também disseram que irão orientar sua militância a assinar a carta elaborada pela Faculdade de Direito da USP.
11 de agosto
Tanto o manifesto das entidades da sociedade civil como a carta com assinaturas de pessoas físicas serão lidas no dia 11 de agosto na Faculdade de Direito da USP, uma em evento às 10h, e outra às 11h30.
A data comemora o aniversário da criação dos cursos de direito no país e também coincide com a leitura de manifesto no mesmo local em 1977 para denunciar a ditadura militar, que subtraiu direitos e matou opositores do regime.
Fachada da Faculdade de Direito do Largo São Francisco, no Centro de São Paulo, anuncia data para leitura do manifesta em Defesa da Democracia brasileira.
Divulgação/USP
Ataques hackers
Desde quando foi lançado, de 17h desta terça-feira (26), até às 9h desta quinta-feira (28), o site da carta em defesa da democracia e do processo eleitoral já sofreu 2.340 tentativas de ataques hackers, informou o procurador-geral do Ministério Público de Contas de São Paulo, Thiago Pinheiro Lima, um dos organizadores da iniciativa.
"Tentam invadir o sistema e tentam principalmente derrubar o site. Pelo que soubemos, colocaram nosso site na deep web e estão incentivando as pessoas a derrubar o site por lá. Eles estão usando palavras de baixo calão, xingamentos, agressões, e tentam se inscrever por outras pessoas, para depois deslegitimar a lista", contou o procurador ao g1.
Segundo Pinheiro Lima, as tentativas de ataque já eram esperadas, e mecanismos de segurança que funcionam 24 horas por dia vêm conseguindo impedi-las de acessar o sistema.
Além disso, os organizadores estão conseguindo rastrear as origens dos ataques e providências serão tomadas, contou Pinheiro Lima.


Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/eleicoes/2022/noticia/2022/07/28/centrais-sindicais-decidem-apoiar-manifesto-em-defesa-da-democracia-elaborado-pela-fiesp.ghtml


Link
Notícias Relacionadas »
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia