27/07/2022 às 09h10min - Atualizada em 28/07/2022 às 00h02min

Seguro Residencial ganha força no mercado

Home office e mudança de comportamento social estão entre os principais motivos desse crescimento

SALA DA NOTÍCIA Mariana Teixeira Okita
Freepik

Seguro Residencial ganha força no mercado

Home office e mudança de comportamento social estão entre os principais motivos desse crescimento

No pós-pandemia, muitas organizações e empreendedores optaram por continuar em home office, cultura adquirida durante o isolamento social da pandemia, que trouxe uma nova realidade para dentro dos lares brasileiros. Com a população dentro de casa, reparos e manutenções, por exemplo, se tornaram mais frequentes. E o trabalho à distância também facilitou essa mudança, o que aumentou a preocupação com o próprio lar, a percepção de valor em ter um seguro residencial e fez com que as vendas deste produto crescessem.

De acordo com a Susep (Superintendência de Seguros Privados), houve cerca de 12,8% de crescimento em 2021 se comparado ao ano anterior. O que faz com que hoje, no Brasil, do total de 70 milhões de lares, cerca de 10 milhões possuem seguro residencial, o equivalente a quase 15%, demonstrando um mercado promissor de negócios. 

Na Rede Lojacorr, os seguros relacionados a imóveis tiveram um aumento de demanda. De 2019 para 2020 cresceu aproximadamente 23%, e de 2020 para 2021, cresceu cerca de 15%. 

Segundo Luiz Longobardi Junior, diretor de Distribuição e Mercado da Rede Lojacorr, esse crescimento pelo Seguro Residencial é reflexo das recentes mudanças sociais e econômicas. “A população percebeu a importância do Seguro Residencial nessa nova realidade. Por isso, o setor também viu a necessidade de se adaptar, estabelecer novos benefícios, renovar as estratégias de comercialização e o atendimento a esse mercado. Neste contexto entra o papel primordial do corretor como um consultor que busca entender ‘Como Vender Seguro Residencial’, os produtos disponíveis em cada companhia seguradora, valores, coberturas e flexibilizações, além de entender como conquistar esse cliente, seja pela facilidade de permitir fazer um mix de carteira ou por compreender a necessidade de cada um”, afirma.

Raquel Cerqueira, superintendente de Ramos Elementares da Bradesco Seguros, também aponta que um dos motivos do crescimento está no “aumento da percepção e consciência das pessoas sobre riscos e a importância da proteção nos últimos anos". Em paralelo, Raquel afirma que o home office ou trabalho em formato híbrido vieram para ficar. “Com isso, o setor vem se adaptando às mudanças, tanto na forma de comercialização como também de produtos que atendam as novidades em possíveis riscos no trabalho a distância, entre eles os seguros para equipamentos profissionais mais sofisticados instalados nas residências”, conta.

Para Paula Tassi, gerente de Produto da HDI Seguros, a pandemia gerou uma mudança nos hábitos de consumo de todos. “Especialmente em relação aos lares, houve um aumento na procura por imóveis maiores e a crescente necessidade de reformas e pequenos reparos para as pessoas se sentirem mais confortáveis dentro de casa”, relata. Ainda de acordo com a gerente, as pessoas devem enxergar o Seguro Residencial “sob a ótica de que é um investimento e um importante aliado, que agrega valor e garante a tranquilidade do segurado em situações de imprevistos que possam ocorrer em sua casa”, afirma.  

Além desse isolamento social, o crescimento do mercado imobiliário também favoreceu o seguro residencial. Segundo análise da Ademi (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário) a estimativa é de que 2021 tenha movimentado cerca de R$ 11 bilhões em vendas no Brasil, com um VGV (Valor Geral de Vendas) na faixa de R$ 99 bilhões, somente na cidade de São Paulo houve um volume de negócios em torno de 30%.

Até o final deste ano, o cenário é ainda mais otimista, pois a previsão de crescimento é maior do que o projetado para a economia nacional, com o aumento da geração de negócios e criação de novas oportunidades.

 

Seguro para home office

Pensando na nova realidade em que está inserida a sociedade “pós pandemia”, as principais seguradoras incluíram outros benefícios para os clientes. Além das coberturas mais tradicionais como: incêndio, danos elétricos, furto, roubo, despesas emergenciais, queda de raio, quebra de vidros, desmoronamento e explosão, por exemplo, criaram coberturas personalizáveis, de acordo com a necessidade do contratante e também voltadas a atender os profissionais que começaram a empreender dentro de suas próprias residências.

Como foi o caso do produto “HDI em Casa”. Paula Tassi, conta que entre os benefícios oferecidos, além de todos os pacotes de assistência e coberturas completas de serviços, possui uma cobertura adicional para microempreendedor em residência, voltada à proteção de bens e equipamentos do cliente dentro de casa. “A cobertura é abrangente, contemplando mais de 40 profissionais com ocupações independentes, como cabeleireiros, confeiteiros, eletricistas, tatuadores e outros, que podem contar com a proteção da HDI para a residência e também para os respectivos equipamentos utilizados para o exercício da função dentro dela”, relata.

O mesmo também traz esse benefício no produto Residencial Sob Medida do Bradesco Seguros que passou por transformações para tornar-se ainda mais atual em relação ao mercado. Raquel Cerqueira afirma que “uma delas também é a proteção para atividade comercial na residência: proteção para máquinas, móveis, utensílios, mercadorias e matérias-primas, diretamente relacionados com a atividade profissional do segurado, cujo ramo esteja devidamente enquadrado na legislação do MEI”, finaliza.

 

Sobre a Rede Lojacorr: A Lojacorr é a maior Rede de Corretoras de Seguros Independentes do Brasil. O seu modelo de negócios disruptivo conecta corretoras de seguros e seguradoras por meio de sua plataforma digital, oferecendo acesso a um amplo portfólio de soluções, suporte operacional, comercial e estratégico. Fundada em 1996, a empresa se dedica a oferecer os melhores recursos em distribuição de seguros e produtos financeiros às corretoras e clientes. Presente nos 26 Estados e no Distrito Federal, por meio de 59 Unidades (44 físicas e 15 remotas), a Lojacorr possui 440.000 documentos protocolados, comercializados por 5.000 profissionais de seguros, que atuam em mais de 4.500 municípios. Tendo como sede administrativa em São José dos Pinhais (PR), e sede comercial em São Paulo (SP), a empresa conta também com 270 colaboradores (sede e unidades). A Rede Lojacorr está entre as empresas emergentes do Sul, é certificada pelo Great Place to Work, acelerada pela Endeavor, e conquistou o Net Promoter Score (NPS) de 75,6 pontos no 2º semestre de 2021.

Sobre a Bradesco Auto/RE  

Especializados na operação de seguros de automóvel e de seguro patrimonial, a Bradesco Auto/RE conta com uma carteira de mais de R$ 1,2 bilhões de prêmios em automóveis (jan a mar/22) e de mais de R$ 473 milhões em prêmios em seguros residenciais (jan a mar/22). A seguradora desenvolve e administra produtos que são referência no mercado e tem uma fatia de 11,2% (até fev/22) em market share de automóveis no mercado e 14% (até fev/22) de market share em residencial.

Sobre a HDI Seguros

A HDI trabalha para ser uma empresa humana, digital e inovadora. São mais de 1,4 mil colaboradores que cuidam de 2,5 milhões de segurados, principalmente nos ramos de empresas, automóveis e residências, o que a torna a 4ª maior seguradora no ramo empresarial, a 5ª maior em Automóveis e a 6ª em Residencial, com base nos dados de mercado sobre prêmios diretos emitidos em 2020, consolidados por grupo segurador. A HDI conta com 62 filiais e escritórios comerciais e 38 unidades de atendimento a sinistro, os HDI Bate-Prontos. A seguradora possui uma carteira de quase 30 mil corretores ativos.



 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia