26/05/2022 às 12h43min - Atualizada em 26/05/2022 às 22h01min

Street mall é inaugurado em mega-empreendimento ‘mixed use’ na Região Norte

Centro comercial da My Mall e Emccamp tem 100% das unidades locadas; empreendimento integra o Parque Cerrado, considerado o maior do programa Casa Verde e Amarela em BH

SALA DA NOTÍCIA Interface Comunicação
Especializada na incorporação, administração e operação de street malls, a My Mall vai inaugurar mais um empreendimento de sucesso em Belo Horizonte. Desta vez, a empresa abrirá as portas, no dia 27 de maio, de um centro comercial no Parque Cerrado,  “mixed use” que mescla espaços comerciais e unidades residenciais, considerado o maior empreendimento do programa Casa Verde e Amarela na capital mineira desenvolvido pela Emccamp Residencial.
 
Situado no bairro Monte Azul, região Norte de BH, na divisa com Santa Luzia, o My Mall Street Parque Cerrado iniciará as atividades com 100% das unidades locadas. Com investimentos de R$ 7 milhões, o centro comercial conta 12 unidades, sendo uma loja-âncora do Supermercados BH, uma filial da padaria MixPão, uma unidade do Subway, além de papelaria, pastelaria, óptica, assistência de celular e loja de sorvete, açaí e hamburgueria. O centro comercial ocupa área de 5 mil metros quadrados, sendo 2 mil para a locação de lojas. São 91 vagas para estacionamento, com 10 exclusivas para motocicletas e uma destinada a carga e descarga.
 
O empreendimento apresenta estrutura de lojas com pé-direito  duplo, projeto paisagístico e design modernos, wi-fi nas áreas comuns, iluminação em LED, que gera economia de energia, e estacionamento amplo. “O conceito do street mall é facilitar o dia a dia dos clientes. O My Mall Street Parque Cerrado entrega um serviço de qualidade e as mais diversas opções para uma região que carece desse tipo de serviço’’, explica o supervisor comercial da My Mall, Leonardo Gomes.
 
Segundo Leonardo, o empreendimento traz um conceito inovador  para a região do Monte Azul. “Os moradores do bairro precisam ir para o centro de Santa Luzia ou Venda Nova, enfrentando um trajeto de 4 a 5 km para fazer suas compras. O My Mall Street Parque Cerrado surge para resolver isso, evitando deslocamentos pela cidade. É uma espécie de mini shopping, com praticidade, segurança, rapidez, no qual os moradores vão poder desfrutar de momentos de lazer e satisfazer suas necessidades com um serviço estruturado, inovador e qualificado para a região’’, avalia. 
 
O Parque Cerrado possui excelente localização, facilitada pelas vias do Setor Norte (fica a 10 minutos da estação São Gabriel e da avenida Brasília)  e pela MG-020, grande avenida ligando BH a Santa Luzia.
 
 
O Parque Cerrado 
 
Com um VGV de R$337,9 milhões, o mega-empreendimento  alia moradia, lazer, infraestrutura de  serviços, comércios e custo-benefício.  Ao todo, o residencial terá 2.280 apartamentos, distribuídos em 12 condomínios.  
 
O projeto está a todo vapor. Neste mês de maio foi lançado o nono condomínio do Parque Cerrado, o Residencial Ipê, que terá 140 unidades de dois quartos, divididas em sete blocos de cinco pavimentos. Os apartamentos terão uma vaga de garagem cada e bicicletário. A área de lazer será equipada com salão de festas com forno de pizza e churrasqueira, playground com piso emborrachado. As unidades possuem subsídio de R$44.414,00 do governo federal, financiamento em até 360 vezes, com as menores taxas do mercado. 
 
“O conceito foi estudado durante cinco anos, em conjunto  com o poder público, para entendermos as reais necessidades do futuro morador. Unificamos todas as exigências da Prefeitura: as questões de educação, saúde, meio ambiente e os projetos urbanístico e arquitetônico. Tudo isso aliado a áreas de lazer, de comércio  e habitação. Conseguimos moldar todos esses pontos para chegar no produto final”, destaca Andre Campos, vice-presidente da Emccamp Residencial. 
 
A Prefeitura implantou no bairro planejado  um posto  de saúde, e irá disponibilizar serviços como escola, posto policial, BH Cidadania e creche. As áreas foram doadas pela Emccamp e os projetos foram entregues ao poder público, que é o responsável pela execução das obras. 
 
A questão ambiental também é um ponto que a Emccamp investiu neste projeto. As áreas verdes e as nascentes foram preservadas. A empresa ainda vai construir uma ciclovia no bairro e uma praça com quadra e equipamentos de ginástica. São quase 500 mil metros quadrados de áreas sociais, ruas e avenidas.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »