13/05/2022 às 10h03min - Atualizada em 14/05/2022 às 00h02min

Padtec encerra primeiro trimestre de 2022 com crescimento de 8,8% na receita

Resultado positivo da fornecedora brasileira é fruto do aumento nas vendas de equipamentos baseados na tecnologia DWDM.

SALA DA NOTÍCIA Pedro Carvalho

Campinas, 13 de maio de 2022 – A Padtec Holding (B3: PDTC3), única acionista da Padtec S/A, maior fabricante de sistemas de transporte óptico da América Latina, encerrou o primeiro trimestre de 2022 com receita operacional bruta de R$ 93,7 milhões, valor que representa um crescimento de 8,8% em relação a igual período do ano passado. A unidade de negócios de equipamentos baseados na tecnologia DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing) representou 89% da receita da empresa nesse trimestre, com um crescimento de 14,9%, se comparado ao mesmo período de 2021.

Em relação ao último trimestre do ano passado, a receita operacional da empresa registrou uma queda de R$ 23,6%. Segundo Renato Jordão, CFO e diretor de Relações com Investidores da Padtec, isso se deve à sazonalidade típica do setor em que a empresa atua. “Os investimentos nessa área costumam ser menores nos primeiros trimestres do ano, uma vez que muitas empresas ainda estão concluindo seus planos de investimento e a previsão de dotação orçamentária. Além disso, em 2022, fatores macroeconômicos locais e globais, como o aumento da inflação e da taxa de juros e a pressão por custo nas cadeias logísticas, deverão ser desafios importantes para o setor e para os negócios”, esclarece. A empresa ainda fechou o trimestre com endividamento líquido de R$ 1,7 milhão, frente a uma dívida total de R$ 78,3 milhões, reforçando sua sólida estrutura de capital.

A Padtec investiu R$ 10,6 milhões em pesquisa e desenvolvimento, ou 14% da receita, no primeiro trimestre, mantendo a média de investimentos nessa área dos últimos anos (da ordem de 13% da receita anual). “O investimento em tecnologia é o diferencial que permite à Padtec manter a competitividade e estar sempre na fronteira do conhecimento em sua área de atuação”, destaca Roberto Nakamura, diretor de Tecnologia da empresa.

Esse compromisso com a inovação tecnológica, fruto do investimento massivo em P&D, rendeu um resultado importante neste início de ano: o registro de três novas patentes de invenção no INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Com isso, a empresa alcançou a marca de seis patentes concedidas, de um total de mais de 15 depositadas. 

Com foco no potencial da tecnologia 5G no Brasil (e no mundo), a Padtec anunciou a assinatura de três contratos de financiamento com recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (FUNTTEL), do Ministério das Comunicações, visando o desenvolvimento de soluções para redes 5G. O acordo faz parte da estratégia da empresa para os próximos anos, que tem como objetivo entrar no mercado de comunicações móveis 5G.

Carlos Raimar, CEO da Padtec, revela que os planos da empresa para o futuro incluem a continuidade da condução de seus negócios com foco em crescimento nos mercados local e internacional, rentabilidade e inovação tecnológica para o desenvolvimento de novas linhas de produtos e serviços, com níveis de competitividade cada vez mais elevados. “Dessa forma, continuaremos exercendo nosso propósito de oferecer ao mercado soluções e serviços de telecomunicações cada vez mais avançados”, acrescenta.

O relatório de resultados completo está disponível na página ‘Relações com Investidores’ do site da Padtec (www.padtec.com.br/investor/padtec-holding/).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »