05/05/2022 às 13h12min - Atualizada em 12/05/2022 às 00h03min

Ação da 99: motoristas parceiras são homenageadas em painéis por cidades do Brasil

Empresa tem motoristas parceiras retratadas por artistas de seis cidades em espaços públicos  como forma de reflexão da necessidade da representação feminina

SALA DA NOTÍCIA ellen costa
 

Motoristas parceiras da 99 são homenageadas em painéis por cidades do Brasil

  • Seis artistas mulheres foram escolhidas para elaborar as obras em espaços públicos; 
  • Os painéis foram feitos com tinta especial que brilha ao receber luz direta, com iluminação custeada pela 99 por um ano como melhoria ao local
  • São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Campinas e Porto Alegre foram os locais escolhidos para a instalação das obras

Um levantamento feito pelo IBGE (Instituto Brasileito de Geografia e Estatística), aponta que menos de 12% dos espaços públicos homenageiam mulheres. Isso também está refletido no volante quando vemos que apenas 35% das carteiras de motoristas expedidas no Brasil pertencem a mulheres, que são 21,5% entre todas as pessoas que dirigem legalmente por ruas e estradas brasileiras, segundo o Denatran.

Com o objetivo de contribuir para a mudança e para a construção de cidades mais femininas , a 99 criou o movimento #ElasChegamJuntas, como parte das iniciativas do 99 Mais Mulheres e convidou artistas brasileiras para retratar a história das motoristas parceiras da plataforma através de painéis de arte urbana em seis cidades brasileiras. O resultado das obras concluídas no mês de março está estampado em cores e formas em duas empenas e quatro murais nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA) e Campinas (SP). 

Além das cores e do orgulho, as artes trazem representatividade à discussão sobre a importância de tornar os espaços públicos mais femininos. A iniciativa contou com o Instagrafite, que atua há nove anos no ramo da arte pública, criando e produzindo projetos que conectam marcas ou causas com pessoas pela arte e tecnologia. 

Para o desenvolvimento da ação foram escolhidas ruas com pouca iluminação, nos bairros em que as motoristas parceiras vivem. Assim, os painéis foram feitos com tinta especial que brilha ao receber luz direta, com iluminação custeada pela 99 por um ano como melhoria ao local.

     

 

Jaqueline Ramos Silva é motorista parceira há quatro anos e uma das   homenageadas pela 99, na cidade de São Paulo. Formada em produção audiovisual, ela trabalhava com cinema, mas escolheu ser motorista de aplicativo depois de uma depressão ocasionada por uma crise profissional. 

“As pessoas sempre falaram que eu dirigia bem, então pensei: Por que não?”, conta. “Conforme fui trabalhando comecei a perceber que tinha uma escuta empática e fiz curso de psicanálise. Agora já vou começar a atender, mas não pretendo parar de dirigir porque ser motorista de aplicativo me oferece uma renda para que eu possa continuar fazendo outras coisas que gosto”, destaca. 

Jaqueline foi representada no painel que está no Minhocão, na Capital Paulista, assinado pela artista visual Bea Corradi, de 35 anos, que já utiliza seu trabalho como ferramenta de diálogo a temas relacionados ao universo da mulher.

Além de Jaqueline, outras cinco motoristas parceiras tiveram seus rostos como o elemento principal de artes nos bairros onde moram. Veja mais:

Denise Lucia Junges, de 52 anos, é a motorista parceira homenageada na capital gaúcha, Porto Alegre. Dê, como gosta de ser chamada, também está representada em uma empena - lateral de um prédio - no centro histórico de POA, área onde mora. A arte foi executada por Pati Rigon, multiartista brasileira, que trabalha com pinturas hiper realistas à óleo, ilustrações, grafites e tatuagens. A artista, que é Design pela UFRGS e pela Politécnica de Torino (Itália), foca sua atenção para o muralismo. 


Gladys Soares Simão, 52 anos, o destaque no Rio de Janeiro e diz que alguns passageiros viraram amigos. A arte com o rosto de Gladys fica em Piedade, bairro onde ela mora. A autora é a artista visual e ilustradora Bruna Romero, também conhecida como Bruna Frog, que traz uma paleta suave e une desenhos femininos e frases que são reflexões pessoais e que acabam se assemelhando à vivência de muitas pessoas. 


Tatiane Cavalcanti da Silva, motorista parceira da 99, de 38 anos, em destaque no mural de Pernambuco, despertou a vontade de dirigir pela plataforma quando percebeu que teria liberdade de horário de trabalho e poder sobre  sua meta de ganhos. Ela foi retratada em seu bairro,  Jaboatão dos Guararapes, pela artista visual, escritora de rua e educadora, Stefany Lima, conhecida como Fany, que reside em Camaragibe (PE), região metropolitana do Recife. 


Cleunice Aparecida dos Santos Ribeiro, de 40 anos, é a motorista parceira homenageada em Campinas (SP). Como motorista parceira da 99 ela consegue acompanhar o filho na escola, em consultas médicas e ainda trabalhar. A responsável pelo retrato é a arquiteta, artista plástica e muralista, Gislaine Martins, conhecida como Gim, que é mineira e atualmente mora em Campinas, onde concluiu graduação e pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo. Gim gosta de retratar mulheres, abordando temas do cotidiano e do universo feminino. 


Livia Pereira Casaes Pamponet, de 53 anos, foi retratada na capital Baiana e começou a dirigir pela 99 em 2011, quando seus filhos adotivos perderam a mãe, que na ocasião era a babá dos seus filhos biológicos. Dirigindo pela 99, ela  sente que no volante é ouvinte, companheira e parceira de todos que utilizam os serviços da 99. Lívia está no painel feito pela artista visual autodidata, Maria Paula Costa, soteropolitana mais conhecida como Maria Mariô, que busca se desenvolver na pintura, ilustração e muralismo, através de uma abordagem tropical baiana e psicodélica.

A iniciativa de valorização e busca pela presença e representatividade das mulheres nas cidades foi liderada pela 99 com a criação da CP+B. Outra iniciativa da empresa é a campanha “Por Cidades Mais Femininas”, cujo objetivo é dar luz à discussão sobre a importância de tornar os espaços públicos mais femininos.

“Na 99 nós levamos a conscientização de uma cidade e um mundo mais feminino para além da data 8 de março. A ideia de arte urbana está alinhada com essa cultura, uma vez que as artes ganham visibilidade para além de uma data pontual, além de representarem as motoristas parceiras, que são mulheres que, diariamente, já estão tornando as cidades mais femininas”, Juliana Biasi, diretora de marketing da 99

Essas campanhas se somam a inúmeras ações do 99 Mais Mulheres, que tiveram início em 2019, como: o botão de denúncia contra violências em parceria com o projeto Justiceiras, a doação de corridas para Delegacias das Mulheres, o 99Mulher e o +Mulher360. Todas as iniciativas podem ser conferidas em: https://99app.com/maismulheres/


Link
Notícias Relacionadas »
Ab Noticias  News Publicidade 1200x90
Mande sua denuncia, vídeo, foto
Atendimento
Mande sua denuncia, vídeo, foto, pra registrar sua denuncia