12/01/2022 às 18h24min - Atualizada em 12/01/2022 às 18h24min

Os empresários que mais doaram para o jantar em homenagem a Lula

Jantar de homenagem ao ex-presidente Lula, em dezembro, em São Paulo, teve doação de empresas e empresários

AB NOTICIAS NEWS
Metropole
Divulgação

O grupo Prerrogativas promoveu, em 19 de dezembro de 2021, num famoso restaurante de carnes de São Paulo, um jantar em homenagem ao ex-presidente Lula (PT).

O evento marcou a primeira aparição pública do ex-presidente e de Geraldo Alckmin juntos em meio às notícias de que o ex-governador paulista deverá ser vice do petista este ano.

O jantar reuniu cerca de 500 pessoas, entre políticos, advogados e empresários, e foi bancado com doações e cobrança de ingresso de R$ 500 para algumas pessoas.

Ao ser vice de Lula, o ex-governador pode ganhar ainda mais projeção política que o beneficiará durante possível corrida presidencial em 2026Rafaela Felicciano/Metrópoles

Na imagem colorida, há um homem posicionado do lado direito e um homem posicionado do lado esquerdo. Ambos usam terno escuro, possuem cabelos curtos e grisalhos. Eles estão virados um para o outro conversando

Na imagem colorida, há um homem posicionado do lado direito e um homem posicionado do lado esquerdo. Ambos usam terno escuro, possuem cabelos curtos e grisalhos. Eles estão virados um para o outro conversando

Após 15 anos em que concorreram como rivais nas eleições presidenciais, o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) ensaiam formar aliança inusitada para 2022Ana Nascimento/ Agência Brasil

Na imagem colorida, há um homem posicionado do lado direito e um homem posicionado do lado esquerdo. Ambos usam terno escuro, possuem cabelos curtos e grisalhos

Na imagem colorida, há um homem posicionado do lado direito e um homem posicionado do lado esquerdo. Ambos usam terno escuro, possuem cabelos curtos e grisalhos

Após derrota, Alckmin seguiu como oposição ferrenha a LulaFilipe Cardoso/ Metrópoles

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da SilvaRafaela Felicciano/Metrópoles

O ex-governador, inclusive, tem sinalizado favoravelmente ao petistaMichael Melo/Metrópoles

A aliança dos políticos é estratégica. Ter Alckmin como vice pode atrair setores do mercado e do empresariado que resistem ao nome de Lula como candidato à Presidência da RepúblicaMichael Melo/Metrópoles

O tucano pode, também, agregar mais votos de São Paulo, o maior colégio eleitoral do paísIgo Estrela/Metrópoles

De acordo com pesquisa realizada em setembro pelo Datafolha, Alckmim estava na liderança para o governo paulistaIgo Estrela/Metrópole

A aliança entre os políticos ainda não foi oficializada. O acerto ainda depende de um acordo sobre qual partido o ex-governador se filiariaAna Nascimento/ Agência Brasil

Ao ser vice de Lula, o ex-governador pode ganhar ainda mais projeção política que o beneficiará durante possível corrida presidencial em 2026Rafaela Felicciano/Metrópoles

Após 15 anos em que concorreram como rivais nas eleições presidenciais, o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) ensaiam formar aliança inusitada para 2022Ana Nascimento/ Agência Brasil

Os dois maiores doadores do evento foram o banco 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »