19/07/2018 às 11h30min - Atualizada em 19/07/2018 às 11h30min

Dólar sobe mais de 1% com dados da economia americana, a R$ 3,889

Petrobras e Vale fazem Ibovespa recuar 1,60%

Agência O Globo -
Agência O Globo -
(Germano Lüders/EXAME)

RIO E SÃO PAULO — O dólar comercial ganha força no Brasil após a divulgação de dados mais fortes da economia americana. A moeda sobe 1,24% ante o real, cotada a R$ 3,889. Na máxima, chegou a R$ 3,893. O Ibovespa, principal índice de ações local, recua 1,60%, aos 76.120 pontos.

Pela manhã, saíram os dados de pedido desemprego nos Estados Unidos, que mostrou que o nível é o mais baixo das últimas décadas. Além disso, o Federal Reserve (Fed, o bc americano) da Filadélfia mostrou que o nível de atividade industrial ficou acima do esperado. Essas divulgações mostram que a economia americana está em um ritmo de crescimento forte, o que eleva os temores de uma alta dos juros americanos em nível maior que o planejado por analistas.

 

 

Ainda no radar dos investidores estão os desdobramentos das campanhas políticas nacionais e a cautela dos investidores em relação às tensões comerciais entre as duas maiores potências econômicas do planeta, Estados Unidos e China.

Entre as ações mais negociadas, as preferenciais da Petrobras caem 0,72% (R$ 17,92) e as ordinárias recuam 0,67% (R$ 20,51). Também recuam os papéis da Vale, com queda de 2,41%.

Os bancos, de maior peso na composição do Ibovespa, também estão em terreno negativo. As preferenciais do Itaú Unibanco e do Bradesco caem, respectivamente, 1,55% e 2,49%. No caso do Banco do Brasil, o recuo é de 2,37%.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »