06/12/2021 às 09h29min - Atualizada em 06/12/2021 às 11h20min

Prêmio destaca empresas que possuem boas ações em voluntariado

Evento de entrega da homenagem também debateu sobre as perspectivas do voluntariado corporativo.

DINO
https://cdm.org.br/
César Neres, coordenador do programa de voluntariado da Fundação Cargill.


O Prêmio CMVC de boas práticas em voluntariado: Conexões que Inspiram aconteceu na terça-feira (30/11), realizado pela Cooperação para o Desenvolvimento e Morada Humana (CDM) e buscou inovar e reconhecer os esforços das empresas e voluntários que integram o Comitê Mineiro de Voluntariado Corporativo (CMVC) no contexto da pandemia.

Ao longo de sete anos de atuação, Vivian Ramos, gerente de projetos da CDM e gestora do CMVC, avalia que hoje estão mais maduros. “Realmente este Comitê fez da crise uma oportunidade. Quantas ações em rede e como é bonito ver empresas vistas como concorrentes unidas em prol da transformação humana”, diz.

Para falar sobre as perspectivas do voluntariado ligadas à ESG, Christiano Rohlfs, Gerente de Sustentabilidade Empresarial da instituição bancária Inter, foi o convidado do webinar. “A geração de impacto é um processo que deve ser feito tanto nos ambientes internos quanto externos, olhando para dentro e fora da empresa, colhendo respostas dos dois lados e mostrando, assim, para clientes e funcionários que eles são partes importantes do projeto”, contou.

O gerente ressaltou, ainda, sobre a importância da sustentabilidade empresarial. “Todas as atividades da Sustentabilidade Empresarial do Inter são guiadas pelos nossos temas materiais, ou agenda institucional, e ODS prioritários. Inclusive a responsabilidade social”, afirmou. Sobre esse último aspecto, Christiano destacou os quatro tipos de ações que envolvem a responsabilidade social, são as ações temáticas, institucionais, emergenciais e o edital de voluntariado.

Por fim, ele ilustrou sobre o posicionamento estratégico da instituição e os impactos gerados pelas suas ações de voluntariado. Desde a criação do grupo Inter Voluntário, em agosto de 2019 até agosto de 2021, foram mais de 121 mil pessoas impactadas diretamente, por meio de 274 voluntários envolvidos com ações presenciais.

Projetos contemplados

Após a apresentação, foi a hora de premiar as empresas e os projetos que se destacaram por suas boas práticas em voluntariado. Das mais de 80 empresas integrantes do CMVC, 13 se inscreveram para o Prêmio. De acordo com a comissão avaliadora, a inspiração foi o que mais fez as empresas se reinventarem para adequar ao contexto desafiador da pandemia e do isolamento social.

A Cargill foi a empresa contemplada em primeiro lugar, com o projeto “Semeando Futuro”. Desde 1997, a iniciativa contribui para o desenvolvimento das comunidades por meio de ações voluntárias e, a partir de 2015, passou a atuar com ações relacionadas exclusivamente à alimentação. A Fundação Cargill assegura até quatro horas mensais, durante o período laboral, para a prática voluntária dos funcionários.  

Entre março e dezembro de 2020, as iniciativas beneficiaram diretamente 40.909 pessoas de 15 estados brasileiros. O investimento total foi de R$ 1.548.694,93 em Fundo Emergencial de Apoio à Segurança Alimentar com distribuição de cestas básicas, produtos e insumos agrícolas oriundos da agricultura familiar e de cooperativas de produtores rurais. “Receber esse prêmio é uma honra para mim e meus colegas, pois ele vem para reconhecer o trabalho realizado por todos os voluntários do nosso projeto, que atuam espalhados por todo o Brasil, promovendo o voluntariado e ajudando comunidades de todo o país. Gostaria também de dedicar o prêmio para a nossa colega Liliane Marques, voluntária que mais atuou em projetos da Cargill desde a criação do voluntariado da nossa empresa e que é uma fonte de inspiração para todos nós que estamos aqui”, disse César Neres, coordenador do programa de voluntariado da Fundação Cargill.

O segundo lugar, com uma pontuação bem próxima do primeiro, ficou com o “Programa Mãos de Valor”, da Fundação Sidertube, da Vallourec. O objetivo do projeto é sensibilizar os empregados próprios e terceiros, bem como seus dependentes, no desenvolvimento de ações solidárias, voluntárias e espontâneas, nas comunidades da região do entorno da empresa. Além disso, o Mãos de Valor estimula programas de geração sustentável de ocupação e renda, educação e melhoria da qualidade de vida nas comunidades vizinhas.

O programa de voluntariado da Fundação representa um grande diferencial, trazendo benefícios para as comunidades, a empresa e todos os colaboradores. Ao receber o prêmio, a coordenadora do serviço social da Fundação, Elinar Souza, não escondeu a alegria. “Estou extremamente emocionada em receber o prêmio. A gente faz tudo com muito amor e coloca o coração mesmo, então eu só tenho a agradecer pelo reconhecimento que é o resultado de toda uma equipe que faz acontecer, aos voluntários que dão a alma e o coração nas ações, e à CDM que é nossa parceira. Acho que esse prêmio vem para coroar nossa caminhada e nos mostra que estamos no caminho certo!”, disse Elinar.

Por fim, a terceira colocada foi a Pif Paf, com o “Programa Inspirar”. Criado em 2020, o Inspirar é um programa de orientação solidária, no qual os colaboradores voluntários apoiam o desenvolvimento pessoal e profissional de jovens. A orientação é feita a partir do acompanhamento e da troca de experiências entre pessoas que estão em diferentes momentos de carreira.

Ao todo, o programa alcança 88 beneficiados indiretos. De acordo com Raniela Remidio, coordenadora de responsabilidade social da Pif Paf, o prêmio possui um sabor muito especial para a empresa. “O propósito da nossa instituição é ‘Juntos, criamos uma vida mais saborosa’ e nós sabemos que isso vai muito além de produzir alimentos de qualidade, como por exemplo promover ações sociais que, de fato, impactam positivamente na vida das pessoas. Quer gostinho melhor do que transformar a vida de outras pessoas? Além disso, estamos muito felizes em ter lançado o ‘Programa Inspirar’ neste ano e já receber um reconhecimento. A sustentabilidade é um dos valores da nossa empresa, e a gente costuma dizer que fazer o certo e o bem hoje é a nossa receita para o amanhã. E tem dado certo, né? Prova disso é esse reconhecimento que nos enche de orgulho!”, disse Raniela.

Além de ressaltar as ações das corporações, o Prêmio CMVC 2021 também possibilitou que as empresas inscritas indicassem voluntários destaque em suas iniciativas.



Website: https://cdm.org.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »