03/12/2021 às 11h10min - Atualizada em 03/12/2021 às 11h10min

'Se fosse pra definir hoje, não teríamos Carnaval em 2022', diz Bruno Reis

Prefeito falou que precisa conversar com o governador para definir, sem informar uma data para a reunião

AB Notícias News
CORREIO 24HR
Reprodução

O surgimento da variante ômicron do coronavírus tornou-se mais um empecilho para definir a realização ou não do Carnaval em 2022. Nesta sexta-feira (3), em entrevista coletiva à imprensa, o prefeito Bruno Reis ressaltou a impossibilidade da gestão municipal tomar uma decisão sobre a festa e falou sobre a importância da vacinação para que decisões do tipo fossem viabilizadas.

"Para vislumbrar outras flexibilizações e realização de festas, inclusive Carnaval, precisamos que a população se imunize. É importante que todos possam se vacinar. Vamos ser francos, se fosse pra definir hoje, não teríamos Carnaval em 2022", falou Reis.

Ainda segundo o prefeito, é preciso também conversar com o governador Rui Costa para saber o que é possível fazer.

"Precisaremos ainda conversar, prefeitura e governo, já solicitei isso. O ideal é que fosse definido em novembro, mas com o cenário que estamos vivendo é complicado, não era possível definir com uma nova variante chegando", afirmou.

Estratégia de vacinação
As falas foram dadas durante o anúncio da nova estratégia de vacinação das doses contra a covid-19 da prefeitura para este fim de semana, nos dias 4 e 5 de dezembro, quando postos volantes de vacinação serão instalados nos pontos mais movimentados da cidade.

"A novidade é que vamos ter equipes volantes de vacinação nas áreas de grande circulação de Salvador. Teremos vacinação nos shoppings, nas estações de transbordo, nas instituições religiosas. Lugares com muita movimentação pra deixar a vacina mais perto do povo", disse Reis.

A intenção é avançar ainda mais na imunização dos cidadãos com postos fixos, drives e volantes, disponibilizados em locais de grande circulação, dentre outras ações.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »