24/11/2021 às 15h56min - Atualizada em 24/11/2021 às 16h40min

Quanto tempo um dependente químico precisa ficar internado?

SALA DA NOTÍCIA Boost Assessoria de Imprensa
https://clinicasrestituindosonhos.com.br/

A dependência química é uma doença que requer tratamento adequado e esse tratamento deve acontecer na clínica de recuperação. Mas quanto tempo um dependente químico precisa ficar internado? Continue lendo para saber a resposta!

Uma das primeiras coisas que devemos ter bem clara em mente é que a dependência química é uma doença, como já falamos logo no início.

Doença essa que é um tanto quanto complexa e eis a principal razão pela qual deve ser tratada em uma clínica de recuperação e não em um hospital convencional.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a dependência química é uma doença crônica, ou seja, que requer um tratamento prolongado.

A dependência química também é uma doença primária, o que significa que pode causar outras doenças. E multifatorial, que significa ter diversas origens e fatores que podem ocasioná-la.

Por isso, uma das primeiras coisas a serem feitas quando um dependente químico é internado na clínica de recuperação é avaliação e diagnóstico psicológico para que o profissional da saúde possa definir qual o tipo de tratamento mais adequado para aquele paciente específico.

A internação na clínica de recuperação se faz necessária quando a doença começa a se agravar.

Qualquer pessoa que tenha alguma doença crônica, seja ela qual for, se estiver em casa e sua situação se agravar, obviamente será levado para o hospital e ficará em observação. Receberá o tratamento necessário até que possa melhorar e voltar para casa.

O mesmo acontece com um dependente químico. Ele deve ser internado quando sua doença se agrava.

Veja agora quanto tempo um dependente químico precisa ficar internado

Antes de respondermos quanto tempo um dependente químico precisa ficar internado, vamos pontuar algumas situações que mostram quando o dependente químico precisa ser internado. Veja quais são, logo a seguir:

  • Quando há um risco de suicídio ou homicídio: como a dependência química é um transtorno mental, ela afeta o cérebro do paciente e pode fazer com que esse tenha atitudes perigosas tanto para si próprio quanto para terceiros.

  • Complicações de saúde: a dependência química gera outras doenças, como já foi dito aqui. Problemas cardíacos, por exemplo, precisam ser tratados e acompanhados de perto na clínica de recuperação.

  • Riscos de overdoses: A dependência química, se não for tratada com urgência, pode fazer com que o paciente consuma doses cada vez maiores da substância a qual é dependente, causando a overdose.

  • Necessidade de um ambiente adequado: a clínica de recuperação possui um ambiente seguro, confortável e totalmente estruturado para que o paciente se concentre em seu tratamento.

Sobre quanto tempo um dependente químico precisa ficar internado, depende de cada paciente.

Há casos de internações que duram 15 dias, outros 30 dias. Algumas internações podem levar meses, podendo chegar até um ano. Depende muito da necessidade do paciente.

Fatores como idade, tipo de droga utilizada, tempo de uso, quantidade e frequência que o paciente consome a substância, comprometimento físico e mental, ajudam a definir quanto tempo vai durar o tratamento da dependência química.

O ideal é que a internação não demore muito tempo para que o paciente não fique longe do convívio social.

Conhece alguém que precise de ajuda para combater a dependência química? Então a Clínica Restituindo Sonhos pode ajudar! 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »