24/11/2021 às 10h15min - Atualizada em 24/11/2021 às 10h15min

EUA tentam conter imigrantes brasileiros na fronteira com o México

"Grupos de tamanho incomum", declarou o governo americano

AB Notícias News
IG
Reprodução

Agentes do Departamento de Alfândega e Proteção de Fronteira (CBP, sigla em inglês) realizaram dez operações entre outubro e novembro para interceptar grupos compostos sobretudo por brasileiros e venezuelanos que tentavam entrar ilegalmente nos Estados Unidos. As ações resultaram na detenção de 711 imigrantes que partiram de Tijuana, no México, com destino à San Diego, na Califórnia.

O governo americano considerou os "grupos de migrantes de tamanhos incomuns para a região". As ações foram conduzidas em parceria com o governo do México, que também tem observado um número crescente de famílias brasileiras no país com desejo de fazer a travessia clandestina para os EUA.

O CBP divulgou um relatório na última sexta-feira. Entre 28 de outubro e 9 de novembro, os agentes encontraram cinco grupos compostos por imigrantes do Brasil e da Venezuela. "Todos os grupos entraram nos Estados Unidos ilegalmente e consistiam em homens, mulheres e crianças", diz o texto. Os grupos flagrados tinham 43, 49, 73, 84 e 93 pessoas.

Em 27 de outubro, os agentes do CBP interceptaram um caminhão deixando um grupo de pessoas no lado sul da cerca da fronteira internacional. Após o desembarque, os imigrantes começaram a entrar nos EUA por meio de um tubo de drenagem desativado. Ao todo, eram 67 homens, mulheres e crianças do Brasil e da Venezuela.

 

Na véspera, dia 26 de outubro, os agentes da CBP fizeram as maiores apreensões de brasileiros: 155 pessoas. Primeiro foram encontrados 86 brasileiros tentando atravessar a fronteira por meio de uma tubulação de esgoto. Horas depois, um segundo grupo formado por 69 brasileiros - entre homens, mulheres e crianças - foi detido no mesmo local.

Em 23 de outubro, os agentes observaram um grupo de imigrantes entrar ilegalmente nos EUA por meio de um tubo de drenagem situado a cerca de 5km do porto de entrada de San Ysidro, a maior travessia de fronteira terrestre entre San Diego e Tijuana. Ao todo, havia 72 brasileiros e venezuelanos no grupo.

De acordo com o relatório da CBP, apenas em 4 de novembro houve prisões de coiotes. Na ocasião, os agentes detiveram dois mexicanos que transportavam 75 pessoas do Brasil, Venezuela e Portugal dentro de um caminhão baú.


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »