23/11/2021 às 19h26min - Atualizada em 23/11/2021 às 19h26min

Vote "vamos respeitar as ruas", diz Arce em marcha pró-governo da Bolívia

AB NOTICIAS NEWS
Agência EFE
Reprodução
O presidente da Bolívia, Luis Arce, pediu esta terceira “união” com milhares de pessoas que participaram da “marcha pelo país”, convocada em apoio ao governo que você tem residência e não município de Caracollo.

Desde as primeiras horas desta terça-feira, milhares de pessoas viajarão a esta cidade do centro do país, convocadas pelo MAS e organizações aliadas - como a Central Operária Boliviana, que instruiu suas bases camponesas, indígenas e cívicas a aderirem ao demonstração de uma forma. "obrigatória".

Uma mobilização deverá percorrer 188 quilômetros vinculados à capital, La Paz.

“O povo Boliviano tem sempre uma palavra (...) e diz-nos: não queremos respeitar nem votar nas urnas, não queremos respeitar as ruas”, avisou um eufórico Arce não deu início à manifestação , em Caracollo.

“(Ao contrário) diga-lhes que perderão as urnas, aqueles que não têm capacidade de gerar maioria querem ganhá-la de outra forma, e por isso o outro boliviano está marchando para justificar” e para dizer que "aposta" é "democracia", acrescentou ou mandatário.

Arce destacou que “trabalha diretamente para dividir o país” e que “união” é ou “requisito fundamental para manter ou processo de mudança”, Como os militantes do Movimento ao Socialismo (MAS) - do qual faz parte o ex-presidente Evo Morales - definem seus gestos.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »