29/10/2021 às 10h57min - Atualizada em 29/10/2021 às 10h57min

Neoenergia Coelba investe R$ 59,5 milhões em ações do sistema elétrico

Até o início da próxima estação também serão intensificadas as inspeções nos mais de 500 religadores

AB NOTICIAS NEWS
Tribuna da Bahia
Divulgação

A Neoenergia Coelba promete que se depender de seus esforços quem for para o litoral da Bahia, na próxima estação não será surpreendido com falta de luz. Isso porque a empresa desde setembro, está investindo em ações de serviços de melhorias como  manutenção de equipamentos e inspeção do sistema elétrico da região, com 900 profissionais envolvidos. Os investimentos já somam mais de R$59,5 milhões em obras, a fim de  garantir a confiabilidade do fornecimento de energia para o litoral baiano neste verão.

A Operação Verão da Neoenergia Coelba foi apresentada à imprensa ontem, quinta-feira (28), pela manhã, na subestação de Praia do Forte.  Cerca  de 11.7 mil quilômetros da rede elétrica já foram inspecionados, mais de 100 mil podas realizadas, além da avaliação preventiva em mais de 240 transformadores de clientes institucionais, como Embasa e empresas do segmento turístico. Até dezembro, aproximadamente mais 300 equipamentos do sistema elétrico, que atendem ao litoral, passarão por manutenção estrutural.  Além disso, estão sendo inspecionadas  64 subestações, 32 linhas de transmissão e 181 alimentadores.

“Temos uma operação preparada, com mais de 900 profissionais envolvidos, para assegurar cada vez mais qualidade no serviço que prestamos aos baianos”, afirma o superintendente técnico da Neoenergia Coelba, André Araújo.

Até o início da próxima estação também serão intensificadas as inspeções nos mais de 500 religadores, que compõem o sistema de automação da Neoenergia Coelba no litoral. Os religadores garantem uma eficiência de até 99,72%  no atendimento de algumas ocorrências. O sistema de automação elétrica da concessionária também ganhará reforço, com mais 46 novos equipamentos que trarão alternativas de manobras, permitindo rapidez no retorno do fornecimento em casos de interrupção. 

No último ano, o litoral baiano recebeu obras importantes que garantiram uma ampliação na oferta de energia. A principal delas foi a entrega de uma nova subestação (SE) em Camaçari. A SE Camaçari V é a sexta subestação da companhia na região, e reforça o sistema de distribuição. Foram investidos R$ 23 milhões na estrutura que tem capacidade de 53,2 MVA, e permite maior flexibilidade operacional, já que será possível realizar transferência de carga entre as subestações próximas: Camaçari I e Camaçari III.  

Além da construção da SE Camaçari V, as demais subestações no trecho do litoral também receberam obras de melhoramento, com a ampliação da estrutura ou a instalação de novos equipamentos, como foi o caso da (SE ) Aurelino Leal. Na lista  de obras de ampliação também estão as subestações de Trancoso e Porto Seguro.  

 Ao todo serão 27 cidades contempladas e 150 praias. As cidades contempladas são:  Conde, Esplanada, Entre Rios, Mata de São João, Camaçari, Lauro de Freitas, Salvador, Itaparica, Vera Cruz, Cairu, Ituberá, Camamu, Maraú, Itacaré, Ilhéus, Itaberaba, Una, Canavieiras, Belmonte, Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro, Prado, Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa, Mucuri e Santo Amaro.

A rede elétrica de todo o litoral, desde o município de Conde a Mucuri,  será supervisionada diariamente e todos os pontos de grande fluxo de pessoas serão revisados durante toda a Operação Verão, para garantir um atendimento de qualidade para quem escolheu passar a estação mais esperada do ano nas praias baianas. Estão disponibilizadas por volta de 190 equipes  para o atendimento dessas localidades e o atendimento emergencial deve ser solicitado através do telefone 116 (a ligação é gratuita).

O gerente de manutenção José Carlos Porfírio, disse que a população no litoral norte cresceu muito por conta da pandemia do Coronavírus.

“Desde o ano passado estamos intensificando a  manutenção no litoral Norte, Porto Seguro e Itacaré também. As duas últimas são cidades procuradas por turistas e chegam a dobrar a população em feriadões e réveillon. Estamos trabalhando para não faltar energia e se faltar, para que retorne o mais breve possível. Já conseguimos reduzir a falta de energia de 12 para 4 horas por ano".


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »