25/10/2021 às 10h30min - Atualizada em 27/10/2021 às 00h01min

Hábitos de leitura dos brasileiros

Daiane Martins Batista e Sandra Morais Ribeiro dos Santos*

SALA DA NOTÍCIA Danieli Crevelaro
Frepik

A importância da leitura é muito debatida no ambiente escolar, entretanto, esta é uma discussão que tem crescido significativamente, afinal trata-se de um hábito fundamental para o desenvolvimento intelectual do ser humano. Por outro lado, controversamente percebe-se uma parcela da sociedade que deseja o acréscimo do conhecimento, entretanto apresenta o desinteresse pela leitura. Mas, afinal, como podemos desenvolver o vocabulário e a escrita se não nos aplicarmos em boas leituras?

Os índices divulgados pela Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil – 2020 são alarmantes, pois retratam que entre 2015 e 2019, a porcentagem de leitores caiu de 56% para 52%, sendo que a porcentagem de não leitores representa 48% da população. Um fato interessante é que essa queda ocorreu principalmente entre pessoas com ensino superior, as quais têm mais facilidade de acesso aos livros, sejam físicos ou digitais, com um decréscimo de 82% em 2015 para 68% em 2019, além disso também foi observada queda entre os leitores mais ricos, pertencentes a classe A, que passou de 76% para 67% no mesmo período.

Ao avaliar essa queda, podemos remeter a diversas causas, mas queremos destacar o aumento do uso das redes sociais, que têm inundado a vida das pessoas. Os resultados de diversas pesquisas recentes demonstram que o hábito dos brasileiros em relação ao uso das redes sociais aumentou significativamente nos últimos dois anos, passando mais de 3 horas por dia conectados às redes sociais. Esses números nos levam a uma indagação: com todo esse tempo dedicado a interagir com outras pessoas, como reservar um período para realizar uma boa leitura?

Ainda, de acordo com a pesquisa, a Bíblia continua sendo o livro mais lido pelos brasileiros, sendo que entre os respondentes leitores e não leitores, ao serem questionados acerca do que a leitura significa, as respostas mais apresentadas remetem ao fato de trazer conhecimento e ensinar a viver melhor. Ressalta-se que por meio da leitura dos livros bíblicos é possível adquirir conhecimentos históricos, geográficos, literários, entre outros, além de encontrar subsídios para aprender a viver melhor em todas as áreas.

Mas como adquirir o hábito da leitura? A primeira coisa que precisamos é mudar nossa forma de pensar e nos conscientizar de que ler não precisa ser algo maçante, muito pelo contrário, é gratificante na medida em que adquirimos novos conhecimentos sobre lugares, pessoas, situações e lógico, melhoramos nosso vocabulário. Para que isso ocorra é importante que você escolha um tema atraente. Além disso, favoreça situações para ler. Leve consigo sempre um livro e aproveite momentos em que tiver que esperar, como em uma fila por exemplo. Em casa, procure um local agradável, bem iluminado e tranquilo, longe de distrações.

Reduza o tempo da internet e da televisão. Pense bem: 20 minutos por dia de leitura é melhor do que nada. Estipule um horário, e no final de um mês terá lido 10 horas, o que te colocará acima da média nacional de leitura. Se você tem filhos, que tal começar a ler para eles todos os dias? E que tal a cada livro que terminar compartilhar nas redes sociais o seu sucesso? Comunique o que aprendeu e veja os comentários.

Temos certeza de que a leitura, como parte do processo educativo, pode influenciar positivamente nossa vida, mudando nossas percepções, nos tornando pessoas mais agradáveis, melhorando nossa criatividade, aumentando nossa autoestima e nos tornando pessoas muito melhores.

(*) Daiane Martins Batista e Sandra Morais Ribeiro dos Santos, Teólogas e Pedagogas, Professoras da Área de Humanidades do Centro Universitário Internacional Uninter.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »