21/10/2021 às 15h23min - Atualizada em 21/10/2021 às 15h23min

PRESIDENTE DO CFM EDITOU RESOLUÇÃO PARA ESCONDER FALTA DE EVIDÊNCIAS SOBRE CLOROQUINA INALATÓRIA

E-mails internos mostram que Mauro Ribeiro agiu pessoalmente para esconder trechos que alertavam para ‘estudos controversos’.

AB NOTICIAS NEWS
The Intercept Brasil
The Intercept Brasil

O PRESIDENTE do Conselho Federal de Medicina, Mauro Luiz de Britto Ribeiro, agiu pessoalmente para esconder informações sobre a ineficácia do uso de hidroxicloroquina e cloroquina por via inalatória – método que havia culminado na morte de pacientes semanas antes. E-mails internos mostram que, às vésperas da publicação, Ribeiro pediu para editar uma resolução do CFM, suprimindo os trechos do texto que alertavam para a falta de evidências científicas sobre o tratamento.

As mensagens foram anexadas ao inquérito civil aberto pelo Ministério Público Federal de São Paulo para investigar irregularidades na conduta do CFM com relação ao falso tratamento precoce, documento ao qual o Intercept teve acesso.

Para ver matéria completa acesse o link:
https://theintercept.com/2021/10/21/presidente-cfm-mauro-ribeiro-escondeu-falta-evidencias-cloroquina-inalatoria/




 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »