07/07/2018 às 19h10min - Atualizada em 07/07/2018 às 19h10min

Após mau desempenho na região, Geraldo Alckmin insiste em ter um vice do Nordeste

Alckmin não esconde a predileção pelo deputado Mendonça Filho (DEM-PE),

Agência O Globo -
Agência O Globo -

BRASÍLIA - Com dificuldade para obter apoio do chamado "blocão" (DEM-PP, PRB e Solidariedade), o pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, manifesta por onde passa o desejo de ter um vice do Nordeste. Alckmin não esconde a predileção pelo deputado Mendonça Filho (DEM-PE), que dentro do DEM trabalha pelo apoio ao tucano, e, por enquanto, é candidato ao Senado.

O desejo de Alckmin se deve ao mau desempenho do PSDB no Nordeste. Segundo a última pesquisa CNI/Ibope, Alckmin tem 4% na região na simulação de intenções de voto sem a presença do ex-presidente Lula como candidato. Já na pesquisa Datafolha, Alckmin aparece com 2% das intenções de voto em cenário sem Lula. Alckmin esteve no Maranhão na sexta-feira, onde repetiu o discurso em entrevistas:

- Se puder (ser do Nordeste o meu vice), ótimo. É tudo que eu quero. Independente de quem seja vice, quero ser o presidente do Nordeste. Quando fui governador do Estado, os maiores investimentos foram todos para regiões que precisam crescer mais. É isso que precisamos fazer no Brasil: dar um grande impulso para o Nordeste crescer acima da média brasileira - disse Alckmin.

Na guerra interna do DEM sobre apoiar Alckmin ou o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, o tucano vem perdendo terreno. Apenas Mendonça e o líder do DEM na Câmara, deputado Rodrigo Garcia (SP), fazem campanha pelo apoio ao tucano. Garcia foi secretário de Alckmin no governo de São Paulo e é vice de João Doria, candidato do PSDB ao governo estadual.

Apesar já ter sido apontado como potencial vice também de Ciro, Mendonça tem sido enfático nos bastidores ao afirmar que é contra a aliança do DEM com o candidato do PDT. Neste sábado, Alckmin está no Pará.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »