13/10/2021 às 09h35min - Atualizada em 13/10/2021 às 09h35min

Bahia já tem 40% da população completamente vacinada contra a Covid

Aceleração da campanha foi essencial para a redução dos indicadores e dar o primeiro passo em direção a uma vida um pouco mais perto do normal

AB NOTICIAS NEWS
Tribuna da Bahia
Betto Jr. / Secom

Reencontrar familiares após um ano e meio de distância, receber clientes por mais tempo em seus negócios, voltar a trabalhar. E, acima de tudo, reduzir os óbitos e desenvolvimento de quadros mais graves da Covid-19: tudo isso se tornou possível graças à chegada da vacina contra o vírus, que já levou mais de 600 mil amigos, familiares e amores da vida de muita gente em todo o Brasil. "Teríamos chegado a esta triste marca muito antes se não fosse a vacina e os cuidados que a gente continua tomando, como o uso da máscara", disse o governador da Bahia Rui Costa (PT).

 

O Estado ainda não tem cidades 100% vacinadas, mas continua 'bem na fita' na campanha de imunização, com mais de 10 milhões de cidadãos que receberam pelo menos a primeira dose, de acordo com dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Já a proteção completa chegou para 40,8% dos baianos, com 6.116.059 pessoas que finalizaram as duas doses ou receberam a vacina de aplicação única. Em Salvador, são 1.320.553 totalmente imunizados e quase 100 mil pessoas que já foram tomar a dose de reforço. A estratégia de vacinação foi suspensa na capital por conta do feriado de Nossa Senhora Aparecida e será retomado hoje (13).

O reflexo pode ser visto na queda drástica de internados e de vidas perdidas. A vizinha Lauro de Freitas tinha apenas cinco pessoas hospitalizadas pela Covid, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura na segunda-feira (11). Por lá, 58,8% da população com mais de 18 anos já conseguiu completar o esquema vacinal. Em Ribeira do Pombal, os casos ativos foram quase reduzidos a zero e mais de 90% dos cidadãos já tomaram ao menos a primeira dose. "A Prefeitura está atenta ao cenário epidemiológico da Covid-19 na Bahia, em nossa região e no município e adotando as medidas necessárias para controle e combate ao vírus", garantiu o poder municipal.

A esperança de um cotidiano menos restritivo também se traduz na notificação de óbitos à Sesab: nos últimos sete dias, apenas 35 dos 417 municípios da Bahia informaram ter vítimas fatais da Covid. O panorama da vacinação tornou possível atividades como o retorno totalmente presencial das escolas e dos torcedores aos estádios de futebol com o 'passaporte da vacina' completo. "Temos a segunda menor taxa de mortalidade do Brasil e a sexta menor incidência, com taxas de ocupação de leitos de UTI abaixo de 30% de modo sustentado", avaliou Tereza Paim, titular da pasta estadual de saúde. A ocupação das vagas para casos mais graves continuou em 27% na tarde de ontem (12).

Para a população, a imunização completa traz a expectativa de dias melhores, ainda que vividos de uma maneira diferente através da manutenção das medidas preventivas, como o uso de máscara e a fuga de aglomerações. "Eu já tomei a minha terceira dose. Eu me amo, e amo as pessoas do meu convívio", declarou a aposentada Nice Souza. O apelo pela imunização completa também vem de quem passou toda a pandemia sem conseguir trabalhar por conta das restrições. "Fomos os primeiros a parar, e estamos cada dia mais perto de voltar às nossas atividades com normalidade. Mas, para isso, é preciso que todos se vacinem", pediu Lara Noronha, que atua no setor de eventos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »