07/10/2021 às 15h12min - Atualizada em 13/10/2021 às 00h01min

PowerJags: projeto internacional de NFT beneficia preservação da onça-pintada

Parte do lucro obtido com o projeto PowerJags será direcionado para programas da AMPARA Silvestre

SALA DA NOTÍCIA Valle da Mídia
O poder da natureza é a grande inspiração por trás da coleção de NFTs (tokens não fungíveis) chamada PowerJags, desenvolvida pelo Yoshie Lab Design em parceria com a AMPARA Silvestre, OSCIP (Organização da sociedade civil de interesse público). Os 10 mil colecionáveis digitais únicos baseados em Ethereum - que serão ofertados na plataforma OpenSea.io a partir de 14 de novembro - são inspirados no poder da onça-pintada e terão 40% do lucro das vendas destinados para a Organização, que há seis anos desenvolve ações visando o equilíbrio da biodiversidade.

A opção de criar as artes em formato NFT, uma tecnologia que vem atraindo público de áreas distintas em produtos digitais únicos, tem relação direta com o DNA da onça. “Suas pintas são como impressões digitais: não existe uma onça igual à outra. Elas assemelham-se a um token criptográfico que representa algo único”, exemplifica Marina Yoshie, diretora do Yoshie Lab Design, ressaltando que o projeto visa impactar investidores globais para ações de defesa do meio ambiente.

A base da ideia criativa desse projeto é o poder de Ousado, a onça-pintada que se tornou símbolo dos animais queimados no Pantanal. A capacidade de conseguir se reerguer e encontrar condições para retornar ao seu habitat inspirou a criação de cripto artes que retratam onças estilosas e poderosas, capazes de se moldar a diversas situações e utilizar uma série de assessórios. "Buscamos os poderes da onça, como a capacidade de enxergar no escuro ou correr a mais de 80 km/h em cada uma das artes dessa coleção", revela Marina, acrescentando: "A notícia sobre o retorno de Ousado à natureza correu o mundo emocionando muita gente, então, decidimos criar uma 'soltura digital' dos NTFs no dia de seu lançamento”.

Marcele Becker, vice-presidente da AMPARA Silvestre, explica que para que os animais afetados pela devastação sejam reintroduzidos adequadamente à natureza, é necessário um trabalho de urgência em seu resgate. "No caso do Ousado, ele foi resgatado e rapidamente recebeu cuidados médicos para se recuperar em um curto período. Se ele ficasse mais tempo em cativeiro, seria muito difícil devolvê-lo", comentou.

Um dos objetivos do projeto PowerJags é amenizar rapidamente a relação conflituosa que ainda existe entre homem e onça. Por conta disso, cada cripto arte foi desenvolvida para dar uma sensação de "imortalidade digital" ao seu proprietário na figura de um animal sagrado, que precisa ser devidamente respeitado.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »