11/10/2021 às 18h24min - Atualizada em 11/10/2021 às 18h24min

Cerca de 40% da população do Peru já tem ciclo vacinal completo

AB NOTICIAS NEWS
Agência EFE
SEBASTIAN CASTANEDA / REUTERS
O Peru aplicou durante a última semana mais de 1,6 milhão de doses de vacinas contra a covid-19 e totaliza mais de 12,9 milhões de pessoas com as duas doses requeridas, cerca de 40% da população, segundo dados do Ministério da Saúde.


O relatório oficial indicou que durante a última semana foram administradas 1.663.008 doses das vacinas de Pfizer, Sinopharm e AstraZeneca no país.

Como resultado, o Peru conseguiu imunizar um total de 12.911.696 pessoas, aproximadamente 39,6% da sua população de 32,6 milhões, com o ciclo vacinal completo.

A primeira dose foi recebida por mais de 16,8 milhões de pessoas, elevando o número total de doses inoculadas desde o início da campanha de vacinação, em fevereiro, para mais de 29,7 milhões.

Segundo o ministro da Saúde, Hernando Cevallos, 50% da população-alvo já foi vacinada em dez das 25 regiões do país.

MAIORES DE 18 ANOS

Além disso, o ministro acrescentou que a partir de segunda-feira todos os cidadãos com 18 anos ou mais começarão a ser vacinados contra a covid-19, mas avisou que ainda há pessoas mais velhas que não receberam a segunda dose.

Esta ampliação da faixa etária na campanha de vacinação, como recordou o ministro, foi "planejada para uma data posterior, mas a rapidez da vacinação" permite agora anunciar o início da vacinação para "todas as pessoas com mais de 18 anos de idade em todo o país".

"Não esqueçamos, contudo, que baixar o grupo etário não significa que tenhamos todas as pessoas mais velhas totalmente vacinadas. Ainda temos uma percentagem da população com mais de 45 anos que não está vacinada", disse Cevallos.

VARIANTE DELTA.

Por outro lado, o ministro informou que, até o momento, o país registrou 1.160 casos da variante delta, como é conhecida internacionalmente a mutação do novo coronavírus que surgiu na Índia.

"Temos mais de 1.160 casos da variante delta, o que é mais de 80% de prevalência sobre as outras variantes que conhecemos. Já sabemos que esta variante é altamente contagiosa, por isso não há maneira de sermos complacentes", advertiu.

Nas últimas 24 horas, 14 pessoas morreram e 408 testaram positivo para covid-19 no país. Ao todo, o país já registrou quase 200 mil óbitos derivados da doença desde o início da pandemia.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »