11/10/2021 às 18h00min - Atualizada em 11/10/2021 às 18h00min

Advogado diz que Luisa Mell vai à Justiça após cirurgia não autorizada

AB NOTICIAS NEWS
BNews
Reprodução

A ativista e apresentadora Luisa Mell, que relatou ter sido vítima de violência médica ao passar por cirurgia não autorizada nas axilas, deve abrir um processo contra o cirurgião responsável pelo procedimento. 

O advogado Angelo Carbone falou ao Uol sobre o caso. "Isso é pior que um estupro. A violaram enquanto estava anestesiada e deram sequência a práticas e procedimentos não autorizados, que acumularam prejuízos estéticos irreversíveis. Um verdadeiro crime".

A apresentadora denunciou recentemente o ex-marido, Gilberto Zaborowsky, por pressão psicológica, ameaça verbal e tentativa de coação. Na nova ação, Luisa pretende investigar se o ex-marido teria alguma relação com a realização da cirurgia não autorizada.

"Pretendemos processar o médico pela cirurgia não autorizada, foi ele quem realizou o procedimento sem a opinião de Luisa Mell. Vou pedir 5 milhões como indenização neste caso. Se o marido participou de todo o processo da decisão, ele também precisará responder por isso na Justiça", afirmou Carbone.

Também nos últimos dias, Luisa Mell entrou com um pedido de medida protetiva de urgência contra o empresário, com quem foi casada por 10 anos. O relacionamento terminou em julho deste ano. Em postagem nas redes sociais, Luisa afirmou que está "lutando para conseguir reparar erros" e disse ter "dado mais um passo" ao realizar uma nova cirurgia, mas não deu detalhes do procedimento. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »