11/10/2021 às 10h20min - Atualizada em 11/10/2021 às 10h20min

De janeiro a agosto, 15.947 multas foram aplicadas em Salvador

Celular é o vilão

AB NOTICIAS NEWS
Tribuna da Bahia
Romildo de Jesus

O celular é aquele companheiro que chegou para ajudar a realizar a maioria das ações. Fundamental nos estudos online, no trabalho ou como meio de comunicação ou até para pagamentos e transações bancárias. Mas é preciso ter limites, dirigir com celular nas mãos ou manuseando ele é proibido pelo Código Brasileiro de Trânsito (CTB). Mas os soteropolitanos continuam praticando a infração, mesmo sendo considerada gravíssima e com perda de 7  pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Somente este ano, entre janeiro a agosto,  a Transalvador registrou 15.947 multas, em 2020 foram 15.019 e em 2019 chegaram a 30.800.

Para quem não sabe utilizar, segurar ou manusear o celular na direção é uma infração de trânsito prevista no art. 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As penalidades podem chegar a natureza gravíssima, 7 pontos da CNH e multa de R$ 293,47.

“No atendimento às demandas do cotidiano, temos percebido que o uso do celular é um dos principais causadores de pequenos e graves acidentes no trânsito.  Isso porque, ao usar o aparelho enquanto conduz o veículo, ele tira toda a atenção do trânsito. Segundos que o condutor se dispersa pode ser fatal se ele estiver a uma alta velocidade, por exemplo. Então, queremos sempre alertar a todos os condutores sobre o risco dessa combinação. Na direção o foco deve ser total no trânsito”, alerta Marcus Passos, superintendente de trânsito de Salvador.

Kelly Bottura lamenta que muitos motoristas não respeitam nem crianças dentro do carro, ela costuma levar a filha de 6 anos diariamente à escola e percebe a falta de educação dos pais.

“Na chegada  nas escolas logo pela manhã, o que mais se percebe são crianças dentro do carro e os pais resolvendo problemas pelo celular. Às vezes provocam até engarrafamentos incríveis, mas ficam furiosos quando chamamos atenção.”

O motorista de aplicativo Genival de Santos Borges, lamenta que as pessoas continuem usando o celular ao dirigir e diz que isso provoca acidentes e muitos engarrafamentos.

“A gente logo percebe quando o motorista está manuseando celular, o carro anda bem devagar e se distancia dos da fila da frente. Isso é perigoso, porque em questão de segundos mesmo devagar pode ocorrer um acidente e atrasam o fluxo do trânsito. Mas percebo que a Transalvador é muito atenta, já vi várias vezes os agentes aplicando multa nesses infratores. Eles ficam nas rotatórias  observando, qualquer irregularidade , chamam a atenção do motorista”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »