05/07/2018 às 17h30min - Atualizada em 05/07/2018 às 17h30min

ANS registrou quase 17 mil reclamações no primeiro trimestre de 2018

Queixas sobre autorização, franquia, coparticipação e rescisão são as mais frequentes

Agência O Globo -
Agência O Globo -
(Foto: Divulgação)

RIO - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) registrou no primeiro trimestre deste ano 16.998 reclamações de beneficiários de planos de saúde em seus canais de atendimento. Segundo a agência, a maior parte das reclamações foram sobre os chamados mecanismos de regulação, grupo no qual estão inseridas as autorização para realização de procedimentos, franquia e coparticipação. Suspensão e rescisão de contratos e cobertura assistencial também tiveram alto índice de reclamações.

 

 

:

 

A ANS afirma que, dos conflitos registrados entre operadoras e beneficiários, foram resolvidos 91% relativos à cobertura assistencial e 87,8% relacionados a outros temas que não a cobertura dos planos.

No mesmo período, a diretoria de fiscalização da entidade registrou 2.731 autos lavrados e 2.405 decisões proferidas. As multas determinadas e aplicadas às operadoras de planos de saúde somaram mais de R$ 144 milhões.

Os problemas entre beneficiários e operadoras relatados à Central de Atendimento da reguladora são solucionados através da Notificação de Intermediação Preliminar (NIP), ferramenta de mediação de conflitos utilizada pela ANS. No ano passado, cerca de 90% dos conflitos registrados nos canais de atendimento da agência foram resolvidos somente utilizando a ferramenta.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »