02/07/2018 às 19h55min - Atualizada em 02/07/2018 às 19h55min

Ela sofreu abuso sexual dos 5 aos 12 anos de idade

Folha universal Ivonete Soares
Foto: Reprodução da internet

Vítima de abuso sexual na infância, Alana Vaz, de 37 anos, teve a vida marcada na mais tenra idade, quando o que ela mais precisava, na ocasião, era apenas ser protegida e amparada por quem tinha a responsabilidade de cuidar dela, mas não foi o que aconteceu.

Segundo conta, ela tinha apenas 5 anos de idade quando esses abusos – praticados pelo padrasto – começaram. Alana cresceu revoltada, triste e amargurada.

Ainda de acordo com ela, esses abusos aconteciam frequentemente, inclusive, logo cedo, antes da menina ir para a escola. “Eu tinha que me sujeitar a essa situação horrível, era muito triste, porque eu era uma criança. Esperava ser protegida, mas não era”, relembra Alana, em lágrimas, ressaltando que isso tudo perdurou por, pelo menos, 7 anos.

Com apenas 9 anos, continua explicando, – enquanto uma criança nessa idade normalmente é rodeada por brinquedos ou, simplesmente, tem o apoio incondicional dos pais ou do responsável – Alana entrava em um mundo totalmente inverso: ela começou a fumar e ingerir bebida alcoólica. Tempos depois, se envolveu com as drogas mais pesadas, o tráfico e a prostituição.

Até que um convite mudou completamente o rumo da sua vida e todo o mal que causaram a ela ficou enterrado no passado.

Alana, que não enxergava um outro caminho para aquela vida desgastada, afirma que alcançou o que, humanamente falando, era impossível: dar a volta por cima e reconstruir sua vida.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »