30/08/2021 às 16h12min - Atualizada em 31/08/2021 às 12h50min

Quais são os tipos de empreendedorismo que as mulheres mais atuam?

SALA DA NOTÍCIA Victor
 

O movimento do empreendedorismo tem provocado diversas transformações dentro do mercado de trabalho, ele vem criando novos ideais e agregando muito sobre a diversidade dentro do Brasil.

Ele tem contribuído fortemente para o empoderamento das mulheres, fazendo com que as mulheres se tornem líderes e não apenas parte de equipes, como também melhorando as chances de ser sucesso na vida profissional e pessoal.

Como, por exemplo, personalidades como Camila Farani e Luiza Helena Trajano colocam os seus nomes nos celeiros mundiais de empreendedoras de sucesso, inspirando assim diversas mulheres a assumir as suas posições de destaque ao redor mundo dos negócios.

Atualmente, o empreendedorismo feminino está em crescimento no Brasil, e neste artigo abordaremos alguns pontos importantes sobre as carreiras dentro do empreendedorismo feminino.

Então, pegue caneta e papel, e anote tudo que vamos lhe passar.

Vamos lá?

Afinal, o que é empreendedorismo feminino?

Segundo o Certificado Cursos Online, plataforma de Cursos Online, o empreendedorismo feminino é o movimento que reúne diversos negócios que são idealizados e comandados por uma ou uma equipe de mulheres.

Ele pode ser entendido, como sendo as iniciativas de liderança feminina, incluindo assim a atuação de mulheres em altos cargos dentro das empresas.

O perfil empreendedor não vai se restringir às pessoas que abrem seu próprio negócio, como, por exemplo, um Curso de Automaquiagem mas, sim, aquelas mulheres que terão uma postura focada totalmente na determinação, na coragem e na inovação.

Porém, o empreendedorismo feminino irá além dessa definição, ele busca representar uma quebra de paradigmas sobre a capacidade de liderança da mulher.

E por conta disso, o empreendedorismo feminino vem ganhando cada vez mais força e apoio de organizações e de pessoas ao redor do planeta.

A importância do empreendedorismo feminino

Podemos definir que o empreendedorismo feminino colabora fortemente para a construção de uma sociedade muito mais justa, gerando assim mais oportunidades de liderança.

Assumir o próprio negócio é uma forma de representar o empoderamento feminino para os cargos de liderança, com o potencial de mudar totalmente a realidade das empreendedoras.

Os principais dados do empreendedorismo dentro do Brasil

Em 2019, com um estudo realizado pela consultoria McKinsey, com parceria com o evento Brazil at Silicon Valley, classificaram o Brasil como sendo um país de empreendedores. Pois, na pesquisa constatou que 40% da população economicamente ativa tem a sua própria empresa.

Em 2018 já se mostrava uma taxa de empreendedorismo de 38%, considerando a população entre 18 a 64 anos. Isso quer dizer, que quase 52 milhões de pessoas estão à frente do seu próprio negócio.

Segundo os dados, 59% dos empreendedores brasileiros são homens, e 41% são mulheres.

A faixa etária vai se dividir assim:

  • 32% entre 18 e 24 anos
  • 30% de 25 a 30 anos
  • 27% têm entre 31 e 40 anos
  • 11% têm 41 anos ou mais.

Atualmente, a maior parte dos negócios atua no meio online e no offline, enquanto os outros 38% somente têm presença física e 20%, somente online.

Podemos destacar que a principal motivação citada para abrir a própria empresa foi ter mais liberdade e uma oportunidade dentro dos negócios.

Dados do empreendedorismo feminino

Algumas pesquisas revelam que o país conta com mais de 9 milhões de mulheres à frente de alguma empresa e 45% delas são chefes de família.

Quando comparamos com os homens que empreendem, elas possuem escolaridade 16% superior, mas os seus negócios faturam 22% menos.

Somente no ano de 2018, os empreendedores brasileiros registraram um rendimento mensal médio de quase R$ 2.344, já as empreendedoras brasileiras faturaram, em média, R$ 1.831 por mês.

Atualmente as mulheres representam 48% do MEI, sigla para microempreendedores individuais, os tipos de empreendimentos que as mulheres mais atuam são os da beleza, moda e alimentação.

Quais são as maiores empreendedoras do Brasil?

Com inúmeros negócios de impacto idealizados por mulheres, fica difícil eleger quais são as mais promissoras.

Porém, é válido citar algumas lideranças que têm colocado o Brasil em grande destaque no mundo de negócios do empreendedorismo, como, por exemplo: Luiza Helena Trajano e Camila Farani.

A empresária Luiza Helena Trajano, à frente do Magazine Luiza, começou como balconista na companhia, que pertencia aos seus tios na década de 1950. Ela sonhando em comprar presentes de Natal para a sua família, Luiza, então com 12 anos, decidiu então trabalhar na loja dos seus tios e conseguiu realizar o seu desejo.

A menina continuou trabalhando, fez faculdade de Administração de Empresas e, no ano 1991, iniciou então a empreitada como gestora, apostando sempre em grandes inovações.

Uma das suas grandes ideias foi inserir alguns computadores em suas lojas com o objetivo que os seus clientes pudessem encomendar os produtos indisponíveis nas prateleiras, ainda em 1992, quando as máquinas eram raridade no mercado.

Camila Farani é outra empreendedora brasileira de sucesso, ela deus os seus primeiros passos na companhia da família, que era uma pequena tabacaria.

Aos 21 anos, ela sugeriu que a mãe incluísse no cardápio alguns coquetéis feitos de café, além da versão da bebida.

Essa ideia resultou em um aumento expressivo das vendas e na formação de uma sociedade com a sua mãe, sendo então a sua primeira oportunidade de empreender.

Camila fundou a G2 Capital, uma empresa focada em investimentos para empresas de tecnologia, ajudando assim vários empreendedores a potencializar os seus negócios.

 

Depois de ler sobre quais são os tipos de empreendedorismo que as mulheres mais atuam, você ficou com alguma dúvida?

Se você gostou do que leu, comente aqui embaixo sobre essas dicas e mande os resultados logo a seguir. E se quiser compartilhe essas dicas com os seus amigos e amigas.

Grande abraço e até o próximo post!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »