27/08/2021 às 14h58min - Atualizada em 28/08/2021 às 00h01min

Estácio lança dois novos cursos para profissionalização do mercado digital

Cursos de Gestão de Mídias Digitais e Gestão de Mídias Sociais surgem em meio à carência de mão de obra especializada nas áreas em ascensão do mercado digital durante a pandemia

SALA DA NOTÍCIA Gheysa Padilha
Divulgação/Banco de Imagem
Premeditado desde os primeiros anos da última década, a expansão da educação, comércio e relações sociais dentro do universo digital se concretizou. Graças ao rápido avanço das tecnologias, a forma de se comunicar, consumir e buscar informações na internet aumentou absurdamente e, para aqueles que ainda enxergavam como uma tímida crescente, a pandemia fez com que essa nova realidade ficasse ainda mais clara.

A partir dessa reflexão e sempre com olhar atento às evoluções sociais e tecnológicas, a Estácio observou que a mão de obra especializada na área está carente e a profissionalização do mercado digital tem que ser imediata. Diante disto, a instituição de ensino está lançando dois importantes cursos para a formação das pessoas que desejam trabalhar na área.

Com duração de dois anos e 100% Digital (EaD), os cursos tecnólogos de Gestão de Mídias Digitais e Gestão de Mídias Sociais vão proporcionar um grande ganho para a sociedade, tendo como finalidade a formação de profissionais capacitados para atuar em importantes empresas do ramo que a cada dia estão em busca de pessoas com conhecimentos avançados na área.

“Os cursos de Gestão de Mídias Digitais e Gestão de Mídias Sociais apresentam uma proposta inovadora destinada tanto para os profissionais que já atuam na área e desejam aprofundar sua formação técnica, quanto para aqueles que anseiam ingressar no ramo. Com isso, enxergamos que podemos proporcionar uma grande contribuição para a sociedade, uma vez que a profissionalização dessas áreas amplia as possibilidades de crescimento, tanto do mercado em si quanto dos profissionais que nele atuam”, explica Luciana Varga, Coordenadora de Comunicação Acadêmica Digital da Estácio. 

O primeiro tem como objetivo capacitar os profissionais a atuarem no universo digital desde o processo de ideias, escolha de conteúdos e planejamento, à análise de mercado, distribuição e promoção de campanhas publicitárias a partir do perfil de cada usuário.

Já o segundo surge com a proposta de capacitar os profissionais que pretendem trabalhar com as redes sociais - principal ambiente de comunicação entre pessoas mundialmente -, promovendo o conhecimento para otimizar desde a imagem de pessoas, a negócios empresariais, vendas e relacionamento com o cliente final.

"É uma área em que o empreendedorismo também vem forte e, ao formar estes profissionais, temos uma vertente de crescimento para todos os lados", pontua Luciana.

O aumento da busca por mão de obra especializada

De acordo com a pesquisa publicada pela NeoTrust, uma das principais fontes de informações do e-commerce brasileiro, o comércio eletrônico no Brasil ganhou 20,2 milhões de novos consumidores ao longo de 2020, além do considerável aumento no número de pedidos de compras e ticket médio.

Esse grande "boom" foi devido à pandemia, que provocou uma migração mais rápida do que o esperado por muitas empresas do comércio físico para o online, logo, uma nítida mudança nos processos de trabalho desde as compras, vendas, captação e execução para se chegar até o público final. A partir disto, o mercado ficou carente de mão de obra especializada e a busca pela capacitação aumentou exponencialmente.

“Os cursos são tecnólogos justamente para ter esse caráter focado com os temas tratados de forma experiencial, com disciplinas que aliam tecnologia, gestão, conteúdo, comunicação e empreendedorismo. O objetivo é formar um profissional com visão de mercado, aliado às novas tecnologias e com um caráter proativo, empreendedor. E o fato de ser um curso 100% online já ajuda nisso, pois o aluno do EaD desenvolve esse perfil de protagonista desde o início do curso”, explica a Coordenadora.

Como ingressar nos cursos?
 
O vestibular para ingressar em ambos os cursos digitais está aberto e para se inscrever basta acessar o site estacio.br e fazer o cadastro. No Paraná, os interessados podem optar por um dos diversos Polos de Ensino Digital disponíveis na região. É importante destacar que para o ingresso em ambos os tecnólogos não há uma exigência de graduação em quaisquer áreas da comunicação.

Ensino Digital, um modelo contemporâneo com qualidade acadêmica

Com mais 50 anos de tradição no ensino superior, a Estácio é uma das universidades pioneiras no ensino a distância e na utilização de aplicativos educacionais e games de aprendizagem, incluindo realidade virtual. No Ensino Digital da Estácio, metodologias e conteúdos nativos digitais de alto padrão acadêmico permitem um melhor aproveitamento para os estudantes ao proporcionar aulas dinâmicas para mais de 460 mil alunos em 1.500 Polos de Ensino Digital, distribuídos em todo o País.

O desenvolvimento de um ensino digital de qualidade é possível com expertise acumulado, pesquisa contínua, investimentos robustos e profissionais especializados. Na Estácio, este alto investimento é absorvido e diluído, o que possibilita a instituição levar um ensino de qualidade, em escala, para mais de milhares de estudantes. Com conceito máximo no MEC, o Ensino Digital da Estácio, oferta dezenas de cursos de graduação em uma plataforma de ensino 100% Digital, com conteúdos que podem ser acessados de qualquer dispositivo, on e offline, garantindo aos alunos, professores e pesquisadores maior mobilidade, com acesso ilimitado. Na instituição, o antigo EaD de u lugar a um novo modelo de ensino de qualidade superior, contemporâneo e disponível em grande escala, o Ensino Digital Estácio.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »