27/08/2021 às 16h16min - Atualizada em 27/08/2021 às 19h20min

Navegador Chrome não receberá recurso de bloqueio de cookies até o final de 2023

O cronograma de eliminação dos cookies no Chrome acontecerá em duas etapas

DINO
https://www.consultoriadigital.com.br/


O Google anunciou, em junho deste ano, que vai adiar o planejamento de eliminar os cookies de terceiros no navegador Chrome, muito utilizado em uma agência de criação de conteúdo, até o final de 2023 - um ano a mais do que foi planejado inicialmente. Navegadores como o Firefox e Safari já possuem formas de realizar bloqueios contra cookies de rastreamento realizado por terceiros. O Chrome, por sua vez, é o navegador de desktop mais utilizado no Brasil, Europa e Estados Unidos, e com maior impacto no segmento publicitário.

No comunicado, o Google aponta que a decisão de retirar os cookies em 2023 está "sujeita ao nosso compromisso com a Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) do Reino Unido". O atraso foi justificado pela necessidade de trabalhar mais próximo aos reguladores, a fim de que seja criado um substituto para os cookies de terceiros para a utilização em publicidade. O CMA é um órgão semelhante ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no Brasil.

Google e publicidade: dilemas

Com a ação do Google em excluir o rastreamento de terceiros, maior é o prejuízo às empresas de publicidade e maior é o seu impacto sobre o setor. No quarto trimestre do ano passado, por exemplo, o Google lucrou US$ 46,2 bilhões com publicidade digital. O montante representou 82% de seu faturamento. E, caso o Google interrompa minimamente o rastreio, provavelmente receberá mais críticas por não estar realizando a proteção da privacidade dos seus usuários.

Dessa forma, achar um caminho do meio entre os dois lados tem se apresentado bastante difícil. O Google, como administrador da web aberta, vem tentando desenvolver novas tecnologias de privacidade por meio do processo de criação de padrões da web, reunindo esforços a partir do Privacy Sandbox, que abarca propostas inovadoras sobre o Chrome e web.

A Aprendizagem Federada de Coortes, ou FLoC, por exemplo, é uma estratégia difícil, em que se estabelece a criação de grupos de usuários iguais, do ponto de vista demográfico, em um sistema não-centralizado e semi-anônimo, que anunciantes podem utilizar para que seus anúncios sejam direcionados. Porém, nenhum fornecedor de navegador apontou concordância com a utilização dessa proposta, ou até mesmo avisou que a bloqueariam.

Cronograma

O cronograma para eliminação dos cookies de terceiros ocorre em dois estágios. O primeiro se inicia ao final de 2022 e, o segundo, em meados de 2023.

"Precisamos agir em um ritmo responsável, permitindo tempo suficiente para discussão pública sobre as soluções corretas para anunciantes e para a indústria de publicidade migrarem seus serviços", comentou Vinay Goel, diretor de engenharia de privacidade para o Chrome em comunicado.



Website: https://www.consultoriadigital.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »