27/08/2021 às 16h27min - Atualizada em 27/08/2021 às 16h27min

Seguro agrícola: Saiba tudo o que você precisa para a contratação

AB NOTICIAS NEWS
Agência Brasil
Divulgação

Com o início do plantio do milho e da soja, é hora de fazer um seguro agrícola para grãos, já que as variações do clima podem causar prejuízos. Especialistas aconselham a contratação do seguro de cobertura básica e obrigatória, o que garante ressarcimento em casos de perdas como:

1.     Granizo

2.     Geada

3.     Incêndio e raio

4.     Seca

5.     Ventos fortes

6.     Variação excessiva de temperatura

7.     Tromba d’água

8.     Chuva excessiva

9.     Inundação e alagamento (imprevisto e inevitável)

Também é fundamental que o produtor rural converse com o corretor, tire todas as dúvidas, além de observar questões como:

1.     Riscos cobertos

2.     Riscos excluídos

3.     Vigência

4.     Valor da saca

5.     Valor da importância segurada

6.     Produtividade esperada

7.     Nível de cobertura

8.     Se possui franquia ou não

9.     Obrigações do segurado

10. Prazo da carência

11. Apuração dos prejuízos indenizáveis

12. Documentação necessária

13. Subvenção do governo

14. Procedimento em caso de sinistro

O valor do seguro e as condições para aceitação levam em consideração questões como município, o Zoneamento Agrícola, o período de plantio, tipos de solo, rotação de culturas, se são irrigadas e, ainda, se as sementes utilizadas são certificadas ou salvas.  

O seguro agrícola também conta com um programa de subvenção do governo, o chamado Prêmio do Seguro Rural (PSR), um ressarcimento que pode variar de 25 a 40% sobre o valor.  A subvenção não é garantida nos casos em que o agricultor tenha registro no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN). Por isso, para ter mais possibilidades de receber a subvenção, é recomendado que a contratação do seguro seja feita com antecedência.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »