27/08/2021 às 15h27min - Atualizada em 27/08/2021 às 15h27min

Vacina de reforço será diferente da tomada anteriormente no RJ

Vacina de reforço será diferente da tomada anteriormente no RJ

AB NOTICIAS NEWS
Agência Brasil
Fabio Rodrigues PozzebomAgência Brasil

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) prevê que as doses de reforço contra covid-19 começarão a ser aplicadas em setembro para idosos, avançando gradativamente até os 60 anos. A campanha deve começar por idosos com mais de 90 anos e pelos que vivem em instituições de longa permanência e também vai incluir pacientes imunossuprimidos.

Segundo o planejamento da pasta, será usado esquema de vacinação heterólogo na terceira dose, o que significa que a vacina usada será sempre diferente das doses anteriores.

"O esquema prevê que as pessoas que tomaram a primeira e a segunda doses da Pfizer recebam a dose de reforço de AstraZeneca. Quem foi imunizado com a Jannsen ou AstraZeneca deverá receber o reforço com a vacina Pfizer. Os idosos e imunossuprimidos vacinados com a CoronaVac poderão receber a nova dose das vacinas Janssen, AstraZeneca ou Pfizer", explica nota da SES-RJ.

A secretaria afirma que aguarda nota técnica do Ministério da Saúde quanto às recomendações para a aplicação da dose de reforço. Nesta semana, o ministro Marcelo Queiroga anunciou que a dose de reforço será para idosos de mais de 70 anos, e que o imunizante a ser usado será o da Pfizer.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »