27/08/2021 às 10h49min - Atualizada em 27/08/2021 às 11h10min

O que é Consumo Colaborativo?

SALA DA NOTÍCIA Victor

O consumo colaborativo é uma tendência que está impactando o mundo inteiro, sendo aplicada por diversas empresas que desejam se tornar mais sustentáveis e ganhar um espaço maior de mercado.

O mundo tem passado por um processo de transformação digital muito profundo, em grande parte por conta das inúmeras vantagens que a tecnologia tem oferecido como forma de trabalhar e utilizar melhor esse tipo de ferramenta para conseguir um balcão refrigerado inox.

O consumo colaborativo não é, apesar disso, um movimento novo. A ideia de utilizar produtos por mais pessoas e aumentar sua vida foi muito relevante na década de 80, principalmente nos Estados Unidos.

Isso porque o consumo colaborativo surgiu como um contraponto ao modelo consumista que assolava a sociedade na época, onde o respeito e o status eram conquistados pela quantidade de produtos comprados que uma pessoa possuía.

A prática do consumo colaborativo é muito mais social, uma vez que permite que pessoas se conheçam, pratiquem o desapego e troquem objetos e materiais, criando de maneira colaborativa e conjunta um mercado paralelo, que reduz o consumo como um todo.

Além disso, técnicas de reuso e reciclagem são muito comuns em grupos que trabalham com esse tipo de consumo, que tem ganhado muita força com a internet.

Diversos aplicativos e sites que unem pessoas interessadas nesse modelo têm surgido atualmente para os mais variados serviços, como o concreto bombeado.

Por conta disso, muitos grupos de consumo colaborativo se formaram exclusivamente pela vantagem da internet, criando um processo mais consciente e sustentável para você aproveitar melhor suas oportunidades.

Esse método de consumo é quase um retorno para tempos mais simples, onde vizinhos e amigos eram mais próximos e se ajudavam para que nenhum deles tivesse qualquer tipo de necessidade.

As tendências e organizações que o próprio mercado começou a gerar por conta do interesse e foco no compartilhamento estão em alta, tornando este um dos principais modelos de negociação.

Ao contrário do consumo tradicional, este método se foca nas interações sociais e humanas, efetuando compras de maneira colaborativa e trabalhando com itens que servem para uma pequena comunidade ao invés de itens individuais para cada consumidor.

As empresas estão aos poucos se adaptando a esses conceitos, e aproveitando o momento para criar redes de consumo colaborativo de pintura de fachadas e poder monetizar em cima desse conceito, sendo benéfico para todas as partes.

Esse tipo de recurso tem acontecido em diversos setores, como:

  • Moda e beleza;
  • Livros e filmes;
  • Veículos;
  • Projetos variados.

Uma das provas do sucesso do consumo colaborativo é a explosão dos financiamentos coletivos que tem sido apresentado no Brasil.

Muitos profissionais que não teriam condições de lançar seus projetos sozinhos acabam recorrendo à comunidade para conseguir esse tipo de retorno com mais qualidade, reformulando a forma tradicional de fazer negócios e mudando o mercado.

Como o consumo colaborativo funciona?

Para que você consiga entender em detalhes como esse tipo de ação funciona, é importante entender cada passo necessário para que o consumo colaborativo possa ser efetivado para instalar ladrilho hidráulico preço, por exemplo.

Digamos que você possui uma necessidade urgente para resolver em sua casa, uma vez que mantê-la do jeito que está pode acabar sendo prejudicial. No mercado tradicional, a primeira reação seria contratar um profissional e resolver a situação.

Já no consumo colaborativo, você pode pensar em formas alternativas e menos custosas ou expansivas para conseguir lidar com a mesma situação. O primeiro ponto é identificar se você é capaz de resolver a situação sozinho.

Se este for o caso, o problema pode não ser a falta de conhecimento, mas sim a falta de equipamento adequado para conseguir realizar.

Entretanto, esse tipo de equipamento pode ter um custo bastante elevado, comparado ao preço do profissional que realiza a instalação tela aço inox.

Neste caso, não vale a pena seguir com a compra dos itens, já que você precisa que a situação se resolva apenas naquela hora.

Entretanto, com o consumo colaborativo, você pode lidar com situações de maneira muito mais inteligente e sem ficar com um item caro reservado em sua casa.

A solução pode estar em uma empresa de aluguel do dispositivo necessário para a solução do problema, resolvendo de maneira efetiva sua necessidade com um custo muito mais baixo e permitindo que outras pessoas que precisam dos recursos também possam utilizá-lo.

A economia compartilhada segue esse preceito básico de que várias pessoas podem compartilhar o uso de determinados itens, garantindo assim uma estrutura com muito mais cuidados para que todos possam utilizar os aparelhos e itens com mais qualidade.

O melhor é que não existe um limite específico para esse tipo de empresa, podendo ser aplicado em diversos conceitos de produtos e serviços com os quais os profissionais têm que lidar em um aluguel de chiller, ou de outros equipamentos.

Por conta disso, pequenas comunidades têm até mesmo se juntado para trabalhar com o consumo colaborativo de maneira interna, sem depender do controle externo. É o caso de muitos condomínios de apartamentos.

Por isso, muitas empresas têm se focado nesse tipo de ação, garantindo seu espaço neste novo mercado que trabalha com a valorização de ações colaborativas e reduzindo o impacto do consumismo e dos gastos, sem privar ninguém de utilizar um serviço qualificado.

Benefícios do consumo colaborativo

Agora que você já consegue compreender melhor como o consumo colaborativo funciona, é importante entender porque tantas pessoas tem aderido a esse modelo para diversas ações, desde aluguel de objetos e produtos de uso rápido até imóveis.

Vale lembrar, entretanto, que a escolha de aderir ao consumo colaborativo é pessoal, e você deve identificar se esses benefícios parecem vantajosos o bastante para que você comece a pensar melhor sobre esse tipo de ação para instalar uma telha termoacústica sanduíche.

Para isso, é importante saber pesar suas utilizações e gastos atuais em comparativo com os serviços praticados por esse modelo de consumo, garantindo assim uma liberdade maior para que você possa escolher.

Ação social

O conceito de sociedade está cada vez mais ativo no mundo moderno. Ao mesmo tempo que a tecnologia automatiza uma série de ações, há uma busca do ser humano pelo reencontro com seus pares.

A internet, especialmente as redes sociais, conseguem uma adesão muito grande de pessoas com gostos e interesses similares, e até mesmo grandes movimentos políticos no mundo durante anos recentes tiveram um grande impacto do coletivo agregado à internet.

Por isso, a ideia de compartilhar com um coletivo de pessoas um item em particular acaba trazendo novamente a sensação de comunidade, aproveitando esse tipo de ação para você conseguir mais qualidade em suas estruturas.

Reduzindo desperdícios

Alguns produtos acabam ficando muito tempo parados ou sem uso, e isso deteriora suas capacidades, gerando assim lixo e desperdício de um item que poderia ter ajudado várias pessoas.

Quando você lida com esse tipo de ação de maneira colaborativa, não só consegue diminuir o desperdício com o item e a falta de uso do mesmo, mas também consegue reduzir os gastos de itens básicos como água, luz, entre outros benefícios que podem ficar muito mais baratos.

Acesso a mais facilidades

Alguns produtos ou itens possuem custos muito elevados, que dificilmente uma pessoa consegue sem gastar uma boa quantia de dinheiro. É o caso de veículos, imóveis de temporada ou mesmo um imóvel para morar.

Com a economia colaborativa, você consegue expandir o alcance desse tipo de item para muito mais pessoas, que conseguem utilizar o que precisam para suas necessidades sem arcar com os problemas que são gerados por esse tipo de gasto.

Dessa maneira, muitas pessoas acabam conseguindo acesso a itens que seriam considerados de luxo, conseguindo aproveitar com mais tranquilidade um bom imóvel na praia com instalações elétricas prediais de qualidade, por exemplo.

Independência

Um dos grandes benefícios do consumo colaborativo é conseguir ter independência das carências da sociedade atual. Quando você trabalha de maneira mais efetiva, as trocas de serviços, produtos e aluguéis, acaba saindo da curva padrão.

Isso permite que você tenha muito mais liberdade para suas ações, conquistando uma independência pessoal muito forte e aproveitando melhor sua vida sem amarras da sociedade para se preocupar.

Considerações finais

O consumo colaborativo é um processo muito procurado nos dias de hoje, principalmente por conta dos altos custos de vida em grandes metrópoles. Isso tem incentivado pessoas a buscar formas alternativas de vida.

Sobretudo para os jovens, esse formato tem ganhado muita popularidade, uma vez que se trata de uma forma simples e prática de resolver situações financeiras, sem se preocupar muito a longo prazo.

Portanto, cada vez mais pessoas têm adotado o conceito do consumo colaborativo para aproveitar melhor suas vidas, sem se preocupar o tempo todo com consumo desenfreado e com valores que acabam podando suas possibilidades.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »