29/07/2021 às 11h19min - Atualizada em 29/07/2021 às 11h19min

Usuários do Uber reclamam de demora e cancelamento

Categoria diz que aumento da gasolina e baixo valor das tarifas tornaram algumas viagens menos rentáveis

AB NOTICIAS NEWS
TRIBUNA DA BAHIA
Romildo de Jesus / Tribuna da Bahia

A tranquilidade de saber que há um carro disponível em poucos minutos pelo aplicativo – a qualquer hora e em qualquer dia da semana – mudou a maneira das pessoas se comportarem na cidade. No entanto, passados 7 anos desde a chega ao Brasil do Uber (2014) começaram a surgir algumas reclamações por parte dos usuários quanto a eficiência do serviço, sobretudo no quesito rapidez e disponibilidade. Segundo relatos de usuários da plataforma ouvidos pela Tribuna da Bahia, nos últimos meses tem se acentuado o número de cancelamento nas corridas e também na demora na espera do serviço. 

"O cancelamento nas corridas é bem frequente no Uber. E isso nos deixa estressado porque eles cancelam depois de deixar o passageiro esperando minutos. Provavelmente eles verificam que o trajeto não rende e cancela”, avaliou a passageira e usaria do aplicativo, Iasmin Nascimento, de 28 anos. Outro usuário do aplicativo a reclamar foi Paulo Henrique, de 27 anos, que afirmou que já ocorreram diversos cancelamentos em cima da hora. “Ele demora mais quando a pessoa chama na promoção. Isso acontece porque o motorista consegue ver o valor da corrida. Então, quando tenho um compromisso eu costumo chamar no VIP ou no normal sem promoção”, comentou ele que afirmou que já chegou diversas vezes atrasado no trabalho devido ao cancelamento. “Quando acontecia isso, tinha que fazer um novo chamamento e, muita das vezes, chegava atrasado no trabalho, pois entre o chamamento e a chegada no trabalho demorava mais de 1h”, relatou Paulo que usa o aplicativo desde que ele foi lançado. 

Para o motorista de aplicativo Lázaro Antônio Cerqueira de Araújo, de 45 anos, esses cancelamentos vêm ocorrendo entre os motoristas devido ao aumento no preço dos combustíveis e o valor das corridas. Conforme ele destaca, apesar de não concordar com o procedimento, a estratégia é adotada pelos motoristas a fim de evitar prejuízos. “Tenho ouvido muitas reclamações de passageiros. Muitas das vezes ouço deles [passageiros] dizendo: ‘cara ainda bem que você veio, pois tenho 20 minutos tentando e vários cancelaram’. O que eu imagino é que devido à pandemia muita gente ficou sem poder rodar, pois a demanda caiu e a gasolina subiu. Então, tudo isso junto, somando-se ainda a manutenção do veículo e o valor da corrida que às vezes chega a ser de R% 4,50, tenha impactado nesses cancelamentos”, contou. 

Simactter

Segundo o presidente do Sindicato dos Motoristas por Aplicativos e Condutores de Cooperativas do Estado da Bahia (Simactter), Átila do Congo, essa recusa de algumas viagens por parte de alguns motoristas acontece devido ao baixo valor das tarifas. “Hoje nós temos uma tarifa totalmente defasada que não acompanha os índices inflacionários do nosso país. Hoje o preço do combustível custa quase R$ 6 o litro da gasolina e R$ 5 o etanol. Tudo isso associado ao valor das tarifas fica inviável executar algumas corridas. Inclusive, todo esse conjunto está fazendo que muitos motoristas desistam da atividade pela baixa rentabilidade, por não ter segurança. Para o usuário é muito bom o valor das tarifas, mas para os motoristas não. Estão praticamente pagando para trabalhar”, comentou Átila. Conforme o Uber, em Salvador, os parceiros que dirigiram por volta de 40 horas ganharam, em média, de R$ 1.050 a R$ 1.150 por semana.

Justificativa 

Sobre as reclamações, o Uber disse em nota que a demanda aumentou e que busca sempre considerar, de um lado, as necessidades dos motoristas parceiros e, de outro, a realidade dos consumidores que usam a plataforma. “Pessoas que antes não usavam a Uber no dia a dia agora estão optando pelo app. Esse contexto de alta demanda por viagens vem se acentuando nas últimas semanas, conforme o avanço da campanha de vacinação e a reabertura progressiva de atividades comerciais pelas autoridades. Nesse sentido, os usuários estão tendo de esperar mais tempo por uma viagem porque, especialmente nos horários de pico, há mais chamados do que parceiros dispostos a realizar viagens. A demanda elevada significa que o app da Uber está tocando sem parar para os parceiros, situação em que eles relatam se sentirem mais confortáveis para recusar viagens, pois sabem que virão outros chamados na sequência, possivelmente com ganhos maiores”, diz trecho da nota.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »