21/07/2021 às 11h37min - Atualizada em 21/07/2021 às 11h37min

Kassab sugere que candidatura de Pacheco não prejudicará aliança PSD-PT

Gilberto Kassab sugeriu ontem que uma provável candidatura de Rodrigo Pacheco à Presidência da República não prejudicará a aliança entre o PSD e o PT na Bahia

AB NOTICIAS NEWS
TRIBUNA DA BAHIA
Evelson de Freitas/Estadão

Presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab sugeriu ontem que uma provável candidatura de Rodrigo Pacheco à Presidência da República não prejudicará a aliança entre o PSD e o PT na Bahia. “Não podemos ignorar a aliança que o senador Otto e o PSD da Bahia tem com o PT, uma aliança muito fraterna para todos nós. O PT da Bahia é fundador do PSD conosco.  Tendo a candidatura do Rodrigo Pacheco, nós saberemos como se comportar para preservar todos os movimentos seja na Bahia, seja os movimentos em favor de uma candidatura nacional”, declarou Kassab, em entrevista à rádio Salvador FM. 

Em entrevista à Tribuna em fevereiro deste ano, Otto afirmou que “o PSD vai caminhar com quem Rui e Wagner tiverem (apoiando para presidente da República), como foi em 2014 e em 2018”. O que significaria que o PSD da Bahia apoiaria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para o Palácio do Planalto.  

Ontem, Kassab também disse que não irá interferir na decisão de Otto sobre ser candidato ou não ao Palácio de Ondina. “Na Bahia, é um estado que eu não aconselho, eu sou aconselhado. Minhas manifestações são balizadas nas manifestações de Otto. Otto, ao longo da sua carreira, tem acertado sempre. Por quê? Porque tem espírito público, muito bem preparado e ético. Saberá, no momento oportuno, qual a melhor posição para ajudar a Bahia. (...) Ele saberá – como ninguém e terá o meu apoio e do partido – o que for melhor para a Bahia, se é tê-lo candidato a governador ou senador”, pontuou. 

Sobre Pacheco, Kassab confirmou que convidou o presidente do Senado, que hoje é do DEM, para disputar a Presidência. “O convite foi feito, mas sabemos que ainda não é hora dele se manifestar. No momento oportuno, eu tenho plena convicção que ele tem todas as condições para aceitar o convite, e ser o nosso candidato. Mas eu não posso falar por isso. É um sentimento meu”, contou.  

Questionado se já conversou com o presidente nacional do DEM, ACM Neto, sobre a saída de Pacheco do partido, Kassab afirmou que o democrata soteropolitano “tem postura e saberá no momento oportuno” ter “diálogo construtivo, amigo, em favor do Brasil”. “O PSD tem no DEM e na sua direção, o ACM Neto, um exemplo a ser seguido. É um partido que tem história, tem presente e tem futuro sob os comandos de ACM Neto”, elogiou. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »