30/06/2021 às 11h55min - Atualizada em 30/06/2021 às 11h55min

Banco Inter (BIDI11) conclui acordo de acionistas com Stone

AB NOTICIAS NEWS
Suno Notícias
Divulgação

O Banco Inter (BIDI11) concluiu, na última terça-feira (29), o acordo de acionistas com a Stone (NASDAQ: STNE). A companhia comprou 4,99% do banco no âmbito da oferta subsequente de ações (follow-on), realizada neste mês.

Na operação, a Stone levou 85.904.674 ações ordinárias e 42.726.032 ações preferenciais do Banco Inter. As units foram compradas a R$ 57,84, sendo que hoje são negociadas no mercado a R$ 73,83.

Segundo o fato relevante arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), João Vitor Nazareth Menin Teixeira de Souza e Rubens Menin Teixeira de Souza, controladores do Inter, outorgaram em favor da Stone o direito de preferência à aquisição de ações, exercível em caso de alienação do controle de papéis pelo banco, durante o prazo de seis anos.

“Isso ocorre desde que eventual oferta de terceiro considere um prêmio sobre o valor de cotação das ações do Inter inferior a certos patamares previstos no referido Acordo de Acionistas”, diz o comunicado.

Além disso, foi atribuída à Stone a prerrogativa de indicar um membro para o Conselho de Administração do banco. Observando as exigências do Banco Central (BC), será convocada uma Assembleia Geral para a aprovação do nome indicado.

Banco Inter prepara reorganização para listar ações nos Estados Unidos

O Inter prepara uma reorganização societária para abrir capital na Nasdaq, Bolsa de tecnologia dos Estados Unidos, ainda neste ano. A ideia do banco é estimular a evolução de seus negócios por meio de um ecossistema com cinco frentes: banking, investimentos, seguros, shopping e crédito.

Segundo um comunicado divulgado no dia 24 de maio, a reorganização deverá ocorrer através de uma incorporação de ações do Inter pela Inter Holding Financeira S.A., controladora direta do banco. Esse processo será realizado com a atribuição de ações resgatáveis de emissão da holding aos atuais acionistas do Inter.

Logo após isso, haverá o resgate compulsório da totalidade das ações resgatáveis, com pagamento aos acionistas do Inter em ações classe A da Inter Platform, ou montante em reais correspondente ao valor econômico das ações.

O Banco Inter também informou que, paralelamente, pretende protocolar junto à CVM um pedido de registro de Brazilian Depositary Receipts (BDRs) dos papéis da Inter Platform.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »