28/06/2019 às 14h44min - Atualizada em 28/06/2019 às 17h21min

Gargalos logísticos estão relacionados às empresas e ao poder público

O mais evidente dos gargalos logísticos é a dificuldade na mobilidade. Quando o produto sai da empresa, o processo até que ele chegue ao cliente não é tão simples.

DINO
https://www.contatocomp.com.br/


A logística brasileira, como tantos outros setores, enfrenta algumas dificuldades em seu processo operacional. Muitos dos gargalos logísticos são de responsabilidade da empresa, porém, tantos outros são resultado da precariedade das rodovias e estradas, ou seja, falta de infraestrutura urbana, sendo de responsabilidade do poder público. Como o que está fora do alcance da empresa não se sabe o tempo que irá levar para ser solucionado, é indispensável que os gestores do setor busquem organizar os seus processos internos. Avaliar o cronograma de manutenções dos equipamentos, bem como da organização dos processos dentro da empresa certamente irá minimizar as consequências das dificuldades enfrentadas pelo setor.

O mais evidente dos gargalos logísticos é a dificuldade na mobilidade. Depois que o produto sai da empresa, o processo até que ele chegue ao cliente nem sempre é tão simples. Além do trânsito, problemas com a estrutura das vias atrapalham bastante. A falta de uma área específica para carga e descarga também causa um enorme transtorno, implicando até em multa para as transportadoras.
Se nas capitais esse já é um problema, nas cidades pequenas eles são ainda mais evidenciados. Embora o trânsito não seja o mais evidente dos gargalos logísticos, a dificuldade de localização e as longas distâncias percorridas encarecem o serviço. Com os grandes problemas com o transporte rodoviário, uma alternativa é mudar o modal. Porém, o transporte aéreo também enfrenta as suas dificuldades, especialmente no que se refere à estrutura das companhias aéreas aptas a realizar esse serviço, bem como dos aeroportos.

Com relação à questão jurídica, há muitas regras rigorosas no setor que dificultam o trabalho das empresas, sem contar na insegurança que isso traz para as operações. A necessidade de integração tecnológica para registro de cada deslocamento da mercadoria acaba obrigando que os negócios do segmento estejam preparados para isso. Porém, diante de todos os gargalos logísticos existem aqueles que podem ser administrados pela própria empresa e trazer resultados satisfatórios, sendo o controle do estoque um deles.

Um dos principais gargalos logísticos, o estoque deve ser analisado criteriosamente pelas empresas, uma vez que pedidos incorretos, informações divergentes e falta de produtos são inadmissíveis nesse setor. Além de atrasos no carregamento, isso irá implicar no descontrole de toda a rota de entrega. A Contato Comp , especialista em contatos elétricos, explica que é essencial que as empresas busquem tornar seus processos adequados e eficientes, de modo a garantir a fluidez do embarque das mercadorias. "Para isso, as empilhadeiras desempenham um importante papel dentro dos centros logísticos e precisam ser tratadas como prioridade", afirma.

A falta de manutenção dos equipamentos e de investimento são questões cruciais e que impactam diretamente na eficácia dos serviços prestados. Buscar novas alternativas para auxiliar na organização dos processos é uma estratégia muito bem-vinda, mas não se pode deixar de lado o cuidado rotineiro com os equipamentos. Garantir que eles funcionem perfeitamente evita uma série de transtornos e também a qualidade do atendimento, que se torna mais ágil e prático.



Website: https://www.contatocomp.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »