28/05/2021 às 09h30min - Atualizada em 28/05/2021 às 09h30min

Ministro do Supremo retira sigilo de investigação contra Ricardo Salles

A determinação de Moraes é de que apenas os autos principais do inquérito tenham o sigilo derrubado.

AB NOTICIAS NEWS
Correio Braziliense
Antonio Cruz/ Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou parte do sigilo do inquérito que investiga a suposta participação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em um esquema que facilitou a exportação ilegal de madeira. 

A determinação de Moraes é de que apenas os autos principais do inquérito tenham o sigilo derrubado. Na decisão, o magistrado, que é relator do caso, assinalou que, diante da natureza de seu conteúdo, toda a documentação autuada em anexo deverá permanecer em sigilo. 

Além disso, tudo o que for disponibilizado em relação à medida cautelar de busca e apreensão e ao afastamento dos sigilos bancário e fiscal deverá ser autuado em apartado e tramitar em segredo de justiça. 

O magistrado informou que embora a operação da Polícia Federal na semana passada ligada ao inquérito necessitasse, a princípio, da imposição de sigilo à totalidade dos autos, não há mais necessidade de manutenção da total restrição de publicidade. Isso porque, segundo Moraes, a publicação de diversas matérias jornalísticas com trechos incompletos da investigação justifica a retirada de parte do sigilo do inquérito. 

"Assim, é certo que o objeto da investigação conduzida nestes autos é de conhecimento público, circunstância que, neste caso específico, reforça a necessidade do levantamento parcial do sigilo", informou o ministro. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »