26/05/2021 às 12h30min - Atualizada em 26/05/2021 às 12h30min

Destaques de Empresas: Marfrig (MRFG3), Itaúsa (ITSA4) e Azul (AZUL4)

AB NOTICIAS NEWS
SUNO NOTÍCIA
Divulgação
Nos destaques de empresas desta quarta-feira (26) chama a atenção do investidor a investigação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre o uso de informação privilegiada pelo dono da Marfrig (MRFG3), Marcos Molina, na compra de ações do frigorífico antes da aquisição da National Beef, em 2018.

Entre os destaques de empresas também está a Itaúsa (ITSA4) que divulgou o cronograma de pagamento de dividendos trimestrais, referentes ao exercício social de 2021. Já a Azul (AZUL4) estaria com a intenção de comprar parte da Latam.

Por sua vez, o CEO da Eletrobras (ELET3), Rodrigo Limp, disse que o planejamento da empresa prevê investimentos de R$ 200 bilhões até 2035. O BTG Pactual (BPAC11) está estudando realizar uma oferta subsequente de ações (follow-on).

Marfrig

A CVM abriu um processo sancionador contra Marcos Molina, fundador e dono da Marfrig, para apurar o uso de informação privilegiada na compra de ações do frigorífico antes da aquisição da National Beef, em 2018. A informação foi revelada pelo jornal Valor Econômico.

De acordo com a reportagem, a conclusão da Superintendência de Processos Sancionadores (SPS) foi: Marcos Molina realizou insider trading enquanto presidente do conselho de administração da Marfrig e participava das negociações para a compra. As operações foram levadas a cabo pelo executivo e a esposa Márcia Marçal dos Santos.

Itaúsa

Entre os destaques de empresas está a Itaúsa que divulgou seu ronograma de pagamentos dos dividendos trimestrais, referentes aos exercício social de 2021, no valor de R$ 0,02 por ação.

Confira o cronograma divulgado pela Itaúsa:

  • Data-base: 31/05/2021; data de pagamento: 1/07/2021
  • Data-base: 31/08/2021; data de pagamento: 1/10/2021
  • Data-base: 30/11/2021; data de pagamento: 3/01/2022
  • Data-base: 28/02/2022; data de pagamento: 1/04/2022

Azul

A Azul e a Latam Airlines Brasil comunicaram ao mercado ontem sobre fim do acordo de voos compartilhados, que começou em agosto do ano passado. Frente a isso, com a intenção de comprar parte da concorrente no Brasil, a Azul estaria conversando com arrendadores de aeronaves, segundo fontes informaram ao jornal Valor Econômico nesta terça-feira.

Vale destacar que desde o início do acordo, já corriam boatos no mercado de que a Azul estaria interessada em comprar as operações da Latam Brasil, mas a companhia chilena resistiu.

Eletrobras

Entre os destaques de empresas está a declaração do CEO da Eletroras, Rodrigo Limp, na qual disse que o planejamento estratégico da empresa prevê investimentos de ordem de R$ 200 bilhões até 2035 com a privatização da holding.

Ao passo que no cenário atual, a Eletrobras teria condições de investir apenas a metade desse valor, informou o presidente da companhia durante a 22ª edição do CEO Confere Brasil, evento promovido pelo banco BTG Pactual.

BTG Pactual

O BTG Pactual disse, na manhã desta de hoje, que está estudando realizar uma oferta subsequente de ações (follow-on) com esforços restritos. O montante estimado não foi divulgado, mas o banco de investimento afirmou que volume e estrutura seriam similares a captações realizadas nos últimos anos.

Em janeiro deste ano, o BTG Pactual levantou R$ 2,57 bilhões em um follow-on. Os recursos líquidos captados na oferta foram destinados para acelerar iniciativas estratégicas e de crescimento na área de varejo digital. Desde então, a instituição já comprou a fintech Kinvo, uma maior participação no Banco Pan (BPAN4) e o Grupo Universa, controlador da Empiricus.

Os destaques de empresas do Suno Notícias mostram os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »