25/05/2021 às 15h03min - Atualizada em 25/05/2021 às 16h30min

Dicas essenciais de como montar uma loja virtual

Como fazer sua plataforma e-commerce

SALA DA NOTÍCIA Victor Augusto de Alencar
Pexels

Ter uma loja virtual se tornou sinônimo de investimento, principalmente, por conta de sua lucratividade e pelo fato de que as compras pela internet aumentaram muito nos últimos anos.

Inclusive, os dispositivos móveis são os principais responsáveis por isso, pois mantêm as pessoas conectadas por mais tempo e dão a elas a possibilidade de comprarem sempre que quiserem, a qualquer momento, com alguns toques na tela.

Ademais, o Brasil possui mais de 150 milhões de pessoas conectadas, segundo pesquisas mais recentes. Os dados também mostram um aumento crescente nas famosas compras virtuais.

Outra informação relevante é que em 2018 as plataformas e-commerce brasileiras faturaram bilhões, com mais de 123 milhões de pedidos, o que representa um aumento de 22,5% em relação a 2017.

No ano de 2020, o crescimento das lojas virtuais foi acelerado, e quem soube aproveitar esse momento promissor, com certeza fez e continua fazendo um bom investimento em um negócio próprio.

É importante dizer que a tendência é que esse tipo de compra e venda se estruture cada vez mais ao longo dos anos, levando os consumidores a preferirem um processo confortável.

Por isso, neste artigo, vamos mostrar as vantagens de investir em uma plataforma e-commerce e como fazer isso.

Conheça as vantagens do e-commerce

Uma das maiores vantagens de ter uma loja online é que o investimento inicial é mais baixo. É difícil conseguir um bom ponto de venda para abrir um estabelecimento físico, além disso, existem outros gastos inerentes à loja, como:

  • Aluguel;
  • Água;
  • Luz;
  • Pagamento de funcionários;
  • Entre outros.

No meio digital isso não existe. O empreendedor só precisa comprar o seu domínio, escolher uma plataforma confiável, investir em um bom layout e oferecer formas de pagamento diferenciadas.

Inclusive, com um bom software para loja, você pode vender 24 horas por dia, nos sete dias da semana. Não existe horário fixo de funcionamento e esse é um dos fatores que mais agradam os consumidores.

Eles podem comprar tudo o que precisam, a qualquer momento e sem sair de casa. Outra vantagem é que o e-commerce tem menos gastos com infraestrutura, visto que você não precisa investir uma grande quantia para o gerenciamento.

Seu negócio terá um alcance muito maior, podendo vender para pessoas de qualquer lugar do mundo. Essa característica leva mais comodidade para os consumidores e se encaixa na rotina cada vez mais agitada das pessoas.

É por essa razão que muitas lojas físicas também estão investindo nas plataformas online. Os clientes que já compraram com elas se sentem mais seguros e compram pela web também.

O empreendedor acompanha todos os seus resultados em tempo real, uma vez que cada visitante deixa alguns rastros, o que permite entender o comportamento dele.

Assim, uma empresa de contabilidade para micro empresas que presta consultoria online, por exemplo, pode saber quando o usuário clicou em um anúncio e em quais páginas ele navegou.

É dessa forma que se torna possível saber quais estratégias funcionam e quais precisam ser melhoradas, permitindo alcançar os resultados esperados.

A experiência do consumidor também melhora, porque todos os produtos oferecidos passam a estar de acordo com as necessidades e desejos dele. Consequentemente, fica mais fácil agradar e atrair o cliente.

Isso se dá por meio de um estudo referente à jornada do consumidor, então, ao passo que você o conhece profundamente, consegue direcionar melhor as suas campanhas. 

Por exemplo, os conteúdos de e-mail marketing se tornam mais relevantes para a sua lista de contatos, fazendo com que eles acessem a página da loja.

As pessoas têm nessas plataformas um jeito mais fácil de encontrar o que procuram, com apenas alguns cliques. Sendo assim, é importante estar presente no meio digital, seguindo algumas estratégias fundamentais.

Como montar uma plataforma e-commerce?

Para criar sua loja online, existem algumas estratégias que não podem ficar de fora. Pensando em formas de te ajudar, listamos os principais pontos. Sendo assim, entre eles estão os seguintes:

Fazer pesquisa de concorrência

Antes de montar o site propriamente dito, investigue bem a sua concorrência. Faça essa busca pela internet usando palavras-chave que seus potenciais clientes usariam.

Avalie os principais sites que vendem produtos e serviços semelhantes ao seu, é assim que você garante uma abertura de empresa SP com mais segurança.

Se muitas lojas estão no mesmo ramo que você pretende entrar, é necessário especificar o seu nicho ou planejar uma concorrência mais agressiva.

Note quais são as estratégias de sucesso de seus concorrentes, se você consegue fazer melhor e como pode oferecer uma solução única.

Atualize-se sobre opções de pagamento

Faça uma análise das opções de pagamento que existem hoje e quais delas são possíveis por meio da plataforma que você vai usar.

Algumas oferecem pagamentos integrados, de qualquer forma, é necessário considerar se você possui uma conta comercial que aceita cartões de crédito e débito e as opções viáveis para seu negócio, como boletos e transferências.

Por exemplo, uma fábrica de camisetas personalizadas precisa de um gateway de pagamento para verificar, processar e aprovar cobranças em tempo real. Sendo assim, reveja suas opções e as taxas associadas a elas.

Ter um bom plano de marketing

Faça um planejamento em relação ao tempo e ao dinheiro necessários para divulgar sua nova plataforma. Isso é importante porque não basta criar o site e esperar as pessoas aparecerem.

O marketing digital possibilita que as pessoas cheguem até você por meio de estratégias pagas e orgânicas. Se você quer atrair os consumidores de um jeito muito mais rápido, as campanhas pagas são uma boa opção.

Existem diferentes maneiras de pagar por essas campanhas, mas elas também dependem de acompanhamento e testes para trazerem bons resultados.

Contudo, não se esqueça de investir nas estratégias orgânicas também, visto que são elas que vão agregar valor ao cliente e posicionar o seu negócio como uma autoridade no que faz.

Escrever boas descrições dos produtos

Fazer descrições genéricas não atrai o consumidor, assim como não se deve copiar aquelas postadas por seus concorrentes.

Além de um bom software de gestão empresarial para gerenciar o negócio, é necessário dar detalhes a respeito do tamanho, cores, dimensões e trabalhar com estratégias que despertem no cliente a necessidade de compra.

Você mesmo pode cuidar deste trabalho, acessando e organizando seus produtos. Mas se puder, contrate um profissional especializado nesse serviço e na entrada de dados.

Atentar-se aos detalhes visuais

As vendas pela internet dependem muito da qualidade das suas imagens, pois estamos falando de uma modalidade de compra e venda em que a visualização dos produtos faz toda a diferença.

Assim, se você fizer uma pesquisa sobre engajamento, vai perceber que as fotos de qualidade são necessárias para vender mais.

Hoje em dia, existem muitos recursos disponíveis para que cada imagem tenha qualidade suficiente. Outra opção é pedir para que seus fornecedores mandem fotos que você pode usar em seu site.

Definir a política de devolução

A política de devolução deve ser clara e prática, pois se for necessário fazer um retorno, os clientes terão mais facilidade para encontrar o que precisam, sabendo quais são os critérios para as trocas e devoluções.

Investir em atendimento ao cliente

O atendimento ao cliente envolve muitos fatores, desde o embalo dos pedidos até a resolução de problemas. Um bom trabalho aumenta o alcance do seu negócio, então, mais pessoas podem entrar em contato fazendo perguntas.

Para garantir um bom atendimento, uma confecção de uniformes profissionais precisa considerar alguns detalhes, por exemplo, determinando o modo como envia confirmações de pedidos aos clientes.

Reforçar a política de segurança

A política de segurança informa, em detalhes, como o seu negócio protege as informações de pagamento de seus clientes. Mostre que você usa servidores seguros e o motivo pelo qual optou por eles. Não deixe de investir em serviço de verificação de terceiros.

Isso é importante porque, quanto mais informações você oferecer, mais confiança vai transmitir aos seus clientes, fazendo com que se sintam mais confortáveis em compartilhar dados importantes.

Ter política de privacidade

Assim, uma assessoria online de soluções financeiras para empresas precisa deixar claro de que forma ela utiliza os dados de seus clientes.

Entretanto, ao fazer isso, você deve seguir exatamente o que está descrito em sua política de segurança, para que ela não entre em contradição.

Para garantir clareza aos seus clientes, seja honesto e direto, bem como mostre exatamente como você gerencia, distribui e usa as informações dos consumidores.

Conclusão

Ter uma loja online é um negócio promissor e vantajoso, mas para que ela dê certo, é indispensável seguir algumas estratégias, como as que mostramos aqui.

O ambiente digital é muito bom, mas ele também tem suas regras e segui-las é a melhor forma de ter sucesso em sua empreitada. Neste artigo, você viu quais são elas e assim está pronto para estruturar seu negócio online do jeito certo, e ter muito sucesso com ele.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »