26/06/2019 às 11h36min - Atualizada em 26/06/2019 às 12h12min

Hartmut Rosa discute a paradoxal falta de tempo no mundo moderno

Sociólogo alemão debruça-se sobre a seguinte contradição: se podemos ganhar enormes quantidades de tempo com a tecnologia, por que não dispomos mais de tempo para a vida?

DINO
http://www.editoraunesp.com.br
Capa do livro "Aceleração"


É possível imaginar um mundo em que os avanços tecnológicos possibilitassem aos humanos uma enorme economia do tempo. Mas o que vemos é que as pessoas parecem dispor cada vez mais de menos tempo. E daí surge o paradoxo ao qual o sociólogo alemão Hartmut Rosa se dedica. O efeito inicialmente libertador e fortalecedor da aceleração social moderna, que está conectado com o aumento da velocidade técnica de transporte, comunicação ou produção, ameaça se transformar em seu oposto na modernidade tardia. Dessa questão nasce "Aceleração: a transformação das estruturas temporais na Modernidade", lançamento da Editora Unesp.

"Portanto, gostaria de propor, aqui, a seguinte definição", escreve Rosa, "uma sociedade é moderna quando apenas consegue se estabilizar dinamicamente; quando é sistematicamente disposta ao crescimento, ao adensamento de inovações e à aceleração, como meio de manter e reproduzir sua estrutura".

Ao longo de quatro grandes eixos, Rosa trafega sistematicamente pelos conceitos de aceleração da dinâmica das condições sociais, conceituando, para isso, os processos de alienação e ressonância, e investigando as causas e os impactos dessa escalada.

"Primeiramente, conceituo o processo de aceleração aqui exposto como sintoma e consequência da circunstância de serem as sociedades modernas capazes de se estabilizar apenas dinamicamente, de serem sistemática e estruturalmente dispostas a crescer, transformar-se e acelerar-se sempre mais para poder conservar sua estrutura e estabilidade", escreve. "Em segundo lugar, comecei a elaborar sistematicamente o conceito de ressonância, até aqui apenas insinuado, como contraconceito à alienação [Entfremdung], e, com ele, a propor uma nova medida para a vida bem-sucedida."

Sobre o autor - Hartmut Rosa é professor de Sociologia Geral e Teórica na Universidade Friedrich Schiller de Jena e diretor da Faculdade Max Weber-Kollegs em Erfurt. De suas obras, que investigam os processos contemporâneos de alienação, destacamos, além do presente livro, "Weltbeziehungen im Zeitalter der Beschleunigung" (2012), "Beschleunigung und Entfremdung — Entwurf einer kritischen Theorie spätmoderner Zeitlichkeit" (2013, publicado originalmente em 2010, sob o título "Alienation and Acceleration. Towards a Critical Theory of Late-Modern Temporality)", e "Resonanz — Eine Soziologie der Weltbeziehung" (2016).

Título: "Aceleração: a transformação das estruturas temporais na Modernidade"
Autor: Hartmut Rosa
Tradução: Rafael H. Silveira
Revisão técnica: João Lucas Tziminadis
Número de páginas: 681
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 92,00
ISBN: 978-85-393-0781-4



Website: http://www.editoraunesp.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »