24/06/2019 às 15h01min - Atualizada em 24/06/2019 às 15h17min

Cristiano Melles é reeleito presidente da Associação Nacional de Restaurantes (ANR)

Mandato irá até 2021; Melles defende intensificar a representatividade da ANR em Brasília e o apoio à MP da Liberdade Econômica

DINO
https://anrbrasil.org.br/


O empresário Cristiano Melles (Pobre Juan) acaba de ser reeleito por aclamação para a presidência da ANR para o próximo biênio (2019-2021). A Assembleia Ordinária Geral da ANR que decidiu pela reeleição de Melles também aprovou, por unanimidade, as contas da entidade no último período.  

À frente da associação desde 2013, Melles destacou a importância e a crescente representatividade da ANR em Brasília, além da preocupação contínua com a legislação e a relação com os governos. “Todas as reformas têm passado pelo nosso crivo, a exemplo da trabalhista e da questão da gorjeta. Nos próximos dois anos teremos muito trabalho com os governos federal e estaduais, o que inclui a criação de novas frentes parlamentares de bares e restaurantes, a exemplo do que já existe em Brasília”, disse.

Outro destaque neste início de novo mandato será o apoio da entidade à MP 881/2019, a MP da Liberdade Econômica. A MP, segundo Melles, traz questões fundamentais para a livre iniciativa e regula a atuação do Estado como agente normativo e regulador. Entre alguns pontos estão a dispensa de autorizações para atividades de baixo risco destinadas ao sustento próprio ou da família, a possibilidade de trabalho em qualquer dia da semana ou horário desde que em conformidade com a legislação trabalhista e a flutuação de preços pela lei da oferta e demanda, com exceção dos mercados regulados ou em situações emergenciais.

Na última semana Cristiano Melles oficializou o apoio da entidade à aprovação da MP em encontro com o Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel. “A ANR manifesta claramente o seu entendimento de que, com a sua implementação, a roda da economia real do país voltará a funcionar e o setor de alimentação será reativado, voltando a contribuir com significativa parcela do PIB nacional e gerando novos empregos e maior receita tributária”, afirma a entidade no ofício enviado ao secretário, assinado por Melles.

Em sua posse, Melles ressaltou a importância do setor de alimentação fora do lar no contexto da economia, como gerador de mais de 6 milhões de empregos e, em particular, a atuação da ANR, que congrega mais de 8,5 mil pontos comerciais em todo o país entre grandes redes, franquias e marcas independentes. “Temos uma oportunidade histórica para avançar na economia depois de anos de queda ou estagnação. Por isso, a ANR apoia de maneira irrestrita a MP que, somada a outras reformas importantes, como a da Previdência, certamente pode recolocar o Brasil na rota do crescimento econômico, sobretudo pelas garantias claras de livre mercado e a redução de todo o arcabouço regulatório”, afirmou.



Website: https://anrbrasil.org.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »