05/04/2021 às 21h20min - Atualizada em 05/04/2021 às 21h20min

Procon notifica LG após empresa anunciar saída do mercado de smartphones

As operações mobile da LG serão encerradas globalmente no fim de julho deste ano. Procon quer saber: como ficam os consumidores?

AB Notícia News
Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business
Reprodução
O Procon-SP notificou a LG Eletronics do Brasil Ltda para que a mesma preste explicações sobre as notícias relacionadas ao encerramento das atividades de sua "divisão de smartphones".
 
Em um comunicado divulgado nesta segunda-feira (5), a companhia afirmou que "vai seguir a produção normalmente até maio para criar um estoque de peças de reposição". As operações mobile serão encerradas globalmente no fim de julho deste ano. 
 
Segundo o órgão, a LG precisará informar uma série de detalhes referentes à sua saída do mercado, como a "relação completa de todos os modelos de celulares disponibilizados no mercado de consumo nos últimos três anos", o plano de atendimento aos consumidores que já possuem os smartphones da empresa e precisarão, eventualmente, de manutenções e reparos, a comprovação da vida útil dos aparelhos, entre outros fatores. Todas as informações precisarão ser enviadas até sexta-feira (9). 
No comunicado, a fabricante sul-coreana afirmou que "vai continuar a vender os produtos existentes e que irá continuar a prestar suporte para seus produtos por um período de tempo que vai depender da região". Segundo o Procon, esse período precisa ser explicado para os clientes. 
 
Em resposta ao órgão, a LG diz que vai manter o compromisso com os seus clientes de smartphones, permanecendo com as políticas de garantia dos produtos, nos termos de cada um dos países comercializados.
 
Hora de dizer tchau
Para a LG, o mercado de smartphones se tornou "infrutífero" nos últimos anos, apesar de ocupar o quinto lugar na preferência dos brasileiros, com uma fatia de 6,52%, atrás de Samsung (45,25%), Motorola (21,25%), Apple (13,46%) e Xiaomi (9,60%), segundo a consultoria de dados alemã StatCounter.
 
Mundialmente, no entanto, o cenário é outro: de acordo com a consultoria Counterpoint Research, no terceiro trimestre de 2020, a LG tinha apenas 1,91% do mercado global. 
 
A saída da LG do mercado pode indicar que seu smartphone rolável pode nunca ser lançado, tendo ficado somente no plano das ideias e em apresentações de eventos de tecnologia. 
 
A decisão da LG vem no rastro de decisões parecidas de empresas que já foram consideradas inovadoras na área mobile, como a Sony, que em 2019 deixou de vender seus celulares no Brasil.
 
Leia o comunicado do Procon
"A empresa terá que informar:
- relação completa de todos os modelos de smartphones disponibilizados no mercado de consumo nos últimos três anos com os correspondentes Manuais de Usuário, bem como a relação de Assistências Técnicas Autorizadas;
- comprovar período estimado de vida útil dos aparelhos acima mencionados – em condições normais de uso, no tocante à durabilidade e desempenho de eficiência;
- plano de atendimento – com indicação de tempo que vigência - aos consumidores adquirentes dos aparelhos smartphones já comercializados pela empresa, descrevendo os procedimentos aplicáveis quando estiverem dentro dos prazos de garantias legais e contratuais;
- plano de atendimento – com indicação de tempo de vigência - para manutenções, reparos e reposição de peças aos consumidores não amparados pela garantia legal e/ou contratual;
- esclarecimentos sobre eventual redução da Rede de Assistência Técnica Autorizada após encerramento das atividades desenvolvidas pela referida Divisão, bem como forma de sua divulgação para ciência do público consumidor;
- comprovação de funcionamento de Canais de Atendimento aos Consumidores, para recebimento e tratamento de demandas após o encerramento de suas atividades;
- esclarecimentos sobre o período de tempo em que a empresa manterá a oferta no mercado de consumo de componentes, peças de reposição e acessórios compatíveis aos aparelhos smartphones disponibilizados no mercado de consumo nos últimos três anos, bem como a forma de comunicação de tais procedimentos ao público interessado."
 
Resposta da LG na íntegra:
Ao longo dos anos a LG ELECTRONICS DO BRASIL LTDA. tem feito vários esforços para garantir a continuidade dos negócios. No entanto, com a crescente competitividade global, bem como em razão dos prejuízos acumulados no segmento de smartphones de 23 trimestres consecutivos e perdas operacionais acumuladas, a empresa decidiu encerrar suas atividades de Celulares globalmente, o que resultará no encerramento desta produção na unidade de Taubaté/SP.
 
De toda forma, mantendo o compromisso com os seus clientes de smartphones, a empresa permanece com as políticas de garantia deste produto, nos termos de cada um dos países comercializados.
 
Para minimizar os efeitos deste encerramento junto aos seus empregados da unidade fabril de Taubaté, a empresa iniciou negociações com o Sindicato da Categoria para implementar compensação adicional aos direitos já vigentes, o que está em andamento. As negociações até o momento podem impactar os empregados dedicados à essa divisão, porém estão sendo avaliadas todas as possibilidades, tais como realocação, transferência ou rescisão.
 
Além disso, cumpriremos com nossas responsabilidades sociais para minimizar os impactos não apenas à nossa empresa, mas também aos nossos parceiros com os quais mantemos relações comerciais ao longo dos anos, sendo que a produção da operação em Taubaté se mantem até o encerramento total dos insumos locais devendo operar normalmente.
 
Apesar da decisão de encerramento desta produção na Unidade mencionada, a LG informa que manterá a comercialização e a produção de outras linhas de negócios no Brasil, gerando empregos e investimentos, além de novas oportunidades ao mercado brasileiro.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp