05/05/2020 às 22h28min - Atualizada em 05/05/2020 às 22h28min

Barco Santidade ao Senhor leva ajuda a ribeirinhos isolados

Eles são moradores da ilha do Murutucu, localizada em Belém, no Pará. Mais de 100 famílias receberam alimentos e itens de higiene

Ab Noticia News
Folha Universal
Reprodução

Durante o feriado nacional de primeiro de maio último, pastores e voluntários do Unisocial no Pará subiram a bordo do barco Santidade ao Senhor. Munidos de máscaras, para a proteção de todos e como forma de evitar o contágio pelo novo coronavírus, eles se reuniram para levar ajuda material e auxílio espiritual aos moradores da ilha do Murutucu, localizada na região de Belém, a capital do estado. Mais de 100 famílias receberam cestas de alimentos e kits de higiene pessoal.

Até aquele momento, a comunidade estava praticamente isolada desde o início da quarentena por conta da pandemia da COVID-19. Dessa forma, deixaram também de gerar renda sem a comercialização da colheita de açaí. O Bispo Eduardo Guilherme, responsável pelo trabalho da Universal no estado do Pará, falou sobre a ação no local que, periodicamente, já recebe a visita dos grupos sociais da Igreja.

“Assim como grande parte da população do Brasil e do mundo, os ribeirinhos também foram atingidos diretamente, neste momento que existe uma paralisação de quase tudo, inclusive do comércio. Pois, eles vivem da pesca e do açaí. Então, esse trabalho e a doação entregue são fundamentais para ajudá-los, uma vez que que se encontram sem poder trabalhar. Também os conscientizamos a confiarem e buscarem a Deus para que possam vencer qualquer situação. E, fizemos uma oração abençoando toda a comunidade.”

 

Enviado por Deus para ajudar o próximo

O empresário Jorge Mendes Melo, de 56 anos, foi um dos voluntários à frente dessa ação. Há 30 anos na Universal, 10 anos como obreiro e atuando diretamente no trabalho do Unisocial, ele contou como é fazer parte do grupo e poder ajudar o próximo, principalmente em momentos mais críticos como o da atual pandemia.

“Quando eu vou a uma ação como essa, sinto que fui enviado por Deus a levar um pouco daquilo que para a outra pessoa é muito. Os moradores da ilha são produtores de açaí, não conseguem trabalhar e não podem ir a Belém. Então, por exemplo, há famílias que há semanas não comiam arroz e feijão. Deus escutou a oração daquelas pessoas e nos enviou para lá. Chegamos na hora de solucionar um problema. Deus tem feito grandes maravilhas na minha vida e de todos ao redor. Para mim é uma satisfação imensa ajudar o próximo como se fosse a mim mesmo.”

Acompanhe no vídeo abaixo mais sobre como foi a ação:

Você também pode doar

Por causa do período de quarentena, muitas famílias e comunidades, que já passavam dificuldades materiais antes da pandemia, agora veem a situação piorar. Assim, a Universal tem mantido o seu apoio às pessoas que mais precisam, em todo o Brasil. Confira as inúmeras ações sociais que a Universal tem realizado não somente agora, mas também ao longo dos anos. Você também pode doar, saiba como clicando aqui.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp