05/05/2020 às 17h32min - Atualizada em 05/05/2020 às 22h27min

Home office: não ao pijama, sim à produtividade mesmo trabalhando de casa

Neste material, o especialista Erik Penna dá 7 dicas sobre como trabalhar em casa, conciliar os afazeres domésticos, os estudos dos filhos e ainda obter um bom desempenho profissional.

DINO
http://www.erikpenna.com.br
Erik Penna

Com a pandemia, milhões de pessoas estão trabalhando em casa. Para alguns, isso representa um sonho realizado, mas, para muitos, é sinônimo de fadiga, desmotivação e baixa performance.

Uma pesquisa sobre home office realizada pela Talenses Group em outubro de 2019 apontou que apenas 2% das pessoas consultadas trabalhavam 4 dias da semana em casa. Com o isolamento atual, esse cenário mudou bastante e o número cresceu de forma exponencial.

Como trabalhar em casa, conciliar os afazeres domésticos, os estudos dos filhos e ainda ter alto desempenho profissional se não houve uma capacitação específica para isso?

Algumas atitudes podem ajudar o home office a ser mais produtivo e motivador. A seguir, o especialista Erik Penna destaca sete dicas:

1- Organização: o home office requer muita disciplina e, quando o profissional permanece de pijama, o input que o cérebro recebe é que é hora de relaxar. Já quando coloca a roupa de trabalho, a informação recebida é que é hora de produzir.

2- Luminosidade: ter um local específico para o trabalho também é recomendável, afinal, ali a tendência será de ficar mais focado e concentrado nas tarefas. O ideal é um ambiente com boa luminosidade, natural ou artificial, pois um lugar mal iluminado tende a deixar a pessoa mais introspectiva. Com a incidência da luz solar, ganha-se não só uma boa claridade, mas também uma energia extra que melhora o astral e pode lapidar a performance.

3- Estabelecer prioridades: a divisão das tarefas é fundamental para que o trabalhador não se sinta fadigado, já que o trabalho nunca acaba. Portanto, é recomendado programar bem as atividades do dia, separá-las em urgente, importante e necessário e, a partir daí, executá-las nessa ordem de relevância e até mesmo delegar ou adiar algumas delas. É válido priorizar e incentivar reuniões virtuais que compartilhem boas práticas, mas a empresa deve evitar reuniões em horários próximos das refeições e após as 18h. As pessoas precisam ter um tempo para descansar e almoçar tranquilamente.

4- Concentração: o ambiente agora alia mesa de trabalho, familiares, pets e os barulhos de tudo isso. Quando se define um local e combina a importância de respeitar o horário para cada coisa, todos ao redor saberão que durante o período que estiver ali, devem respeitar e evitar o contato. Outro cuidado pertinente é selecionar os avisos sonoros do celular, pois a parada constante para visualizar mensagens também é outro fator que pode desconcentrar e limitar a produtividade. A ergonomia influencia a concentração e o resultado, por isso é preciso ficar atento ao melhor posicionamento corporal diante de mesas e cadeiras.

5- Recompensas: se para os adultos o isolamento social não é uma situação fácil, quem dirá para as crianças. É primordial envolver os demais familiares para que, cada um com suas responsabilidades e obrigações, remem para o mesmo lado. E as crianças que estiverem se comportando bem merecem receber uma recompensa, que pode ser um sorvete, um chocolate a mais, uma brincadeira depois do trabalho ou uma hora a mais no celular etc. É importante propor desafios pessoais e, ao alcançar êxito naquela tarefa, se autoproporcionar algo que traga prazer, motivação. Isso poderá ser um combustível a mais para atingir resultados crescentes.

6- Agenda: "A disciplina é mãe do êxito". Essa frase de Ésquilo, um antigo taumaturgo da Grécia antiga, evidencia que não adianta fazer algo apenas quando se está com vontade. É necessário fazer o que tem que ser feito, praticar o planejamento mesmo quando não se está motivado. Por isso, é vital estabelecer uma rotina dos afazeres para o bom andamento das atividades. Incluir na lista de tarefas não apenas o labor diário, mas inserir na programação um tempo para refeições em conjunto, atividades físicas, brincadeiras e claro, um momento de relaxamento mental, é primordial.

7- Competência: um estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas aponta que o home office deverá crescer em 30% após a pandemia de Covid-19. E repare que as habilidades comportamentais tão importantes durante o isolamento continuarão sendo imprescindíveis depois da pandemia, mesmo que o profissional volte a trabalhar fora de casa.

O momento é de reflexões de todos os lados, vários trabalhadores estão repensando suas escolhas profissionais e algumas empresas já estão descobrindo através do teletrabalho que é possível ter talentos na equipe mesmo que eles residam geograficamente distantes da organização.

O foco em gestão de pessoas, liderança à distância e home office nunca estiveram tão em alta. Muitos já perceberam que há tempo para refletir, aprender, planejar, fortalecer laços familiares... Aliás, tantas pessoas desejavam mais tempo para isso! E agora?

E que haja tempo também para planejar e se preparar para o novo normal que vem por aí.

*Erik Penna é especialista em vendas, autor de 6 livros, palestrante de vendas e empreendedorismo, e já apresentou mais de 1000 palestras no Brasil e no exterior.

Sobre o palestrante de vendas e motivação Erik Penna

Ministra palestras de vendas e motivação, possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Paulista e graduação em Economia pela Universidade de Taubaté.

Aborda nas palestras ensinamentos baseados nas experiências vivenciadas por ele durante a sua carreira como executivo de vendas, professor, escritor, motivador de equipes e gestor corporativo. É autor dos livros "A Divertida Arte de Vender", "Motivação Nota 10", "21 soluções para potencializar seu negócio", "Atendimento Mágico - Como Encantar e Surpreender Clientes", "O Dom de Motivar na Arte de Educar", "30 ideias para impulsionar as suas vendas" e coautor dos livros "Gigantes das Vendas" e "Gigantes da Motivação".

Site: www.erikpenna.com.br

Atendimento à imprensa

Patrícia Arantes - RZT Comunicação
www.rztcomunicacao.com.br
patricia@rztcomunicacao.com.br
Fones: (11) 5051-8142 / 99786-5554

*Imagem: divulgação



Website: http://www.erikpenna.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp