25/04/2020 às 23h22min - Atualizada em 25/04/2020 às 23h22min

“O faturamento desapareceu”, diz executivo da Ford sobre a crise atual

Em entrevista à EXAME, Rogelio Golfarb afirma que os efeitos do coronavírus não têm precedentes na história global

Ab Noticia News
Exame Por Juliana Estigarribia
(Ford/Divulgação)

Os desdobramentos do novo coronavírus não poupam quase nenhum setor da economia. Na indústria automotiva, por exemplo, as vendas despencaram desde o início da pandemia e, diferentemente de outros períodos, dessa vez as montadoras não contam com a ajuda de suas matrizes. Para Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford na América do Sul, a crise atual não tem precedentes e as medidas para combatê-la precisam ser drásticas.

Nunca vi uma queda como essa no setor automotivo, não só aqui como no mundo todo. Estamos vivendo uma questão aguda, o faturamento desapareceu”, disse o executivo em entrevista à EXAME.

A montadora figura como uma das líderes do mercado de automóveis e comerciais leves no país, em uma disputa acirrada com concorrentes de peso como Hyundai e Renault. No segmento de compactos de entrada, de maior volume de vendas, o Ka está atrás apenas do mais vendido do Brasil, o Onix (Chevrolet).

Diante das medidas de isolamento para evitar a propagação da covid-19, em marços as vendas de automóveis no Brasil atingiram o menor nível em 14 anos, com as concessionárias fechadas pela quarentena e redução da circulação de pessoas nas ruas.
 

Neste cenário, uma das primeiras inovações que a Ford precisou adotar foi lançar a picape Ranger Storm virtualmente, em um movimento inédito na história da companhia no país. “Desde o começo da pandemia, nós tomamos a decisão clara de colocar os funcionários em home office e cancelar mundialmente qualquer evento grande”, diz Golfarb.

Segundo ele, a pandemia acelerou um processo que já estava para acontecer tanto na montadora quanto no setor como um todo. “As pessoas entram nas lojas já sabendo o que vão comprar. A crise atual vai acelerar a busca por produtos online.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp