31/03/2020 às 08h11min - Atualizada em 31/03/2020 às 08h42min

Rede de franquias diminui interação humana em época de pandemia com atendimento 100% automático

O modelo de negócio diminui a interação humana em época de coronavírus. A máquina faz, sozinha, o trabalho do pizzaiolo, no forno, da atendente e da caixa de uma pizzaria convencional. Ela apresenta as instruções de forma intuitiva em uma tela de 40 polegadas, recebe o pedido e o pagamento, assa o produto na hora e entrega a pizza quente e crocante dentro de uma caixa, já pronto para o consumo.

DINO
http://www.redmachines.com.br/
Máquinas em um ponto em Alphaville, SP


Apenas 3 minutos, isso mesmo, esse é o tempo que as máquinas automáticas da Red Machines entregam a pizza pronta sem interação humana, basta escolher o sabor de forma intuitiva em uma tela de 40 polegadas, apertar um botão, escolher a forma de pagamento e pronto, a máquina faz todo o trabalho sozinha. Além da máquina de pizza, a marca ainda conta com uma vending machine de pipoca que também prepara o produto na hora para o consumidor.

O modelo de negócio diminui a interação humana em época de coronavírus. A máquina faz, sozinha, o trabalho do pizzaiolo, no forno, da atendente e da caixa de uma pizzaria convencional.

Toda a operação é feita pela máquina que recebe o pedido, o pagamento, assa o produto na hora e entrega a pizza quente e crocante dentro de uma caixa, já pronto para o consumo, tudo isso em apenas 3 minutos.

“Nossa máquina é compacta, tem rodas e por isso, se nosso franqueado não estiver contente com o desempenho da máquina, pode trocar de ponto em poucas horas. Que outro negócio proporciona essa segurança a um franqueado?”, afirmou Fred Ferreira, diretor comercial da Red Machines.

A máquina precisa ser instalada em locais de alto fluxo como supermercados, condomínios, shoppings, estações de Metrô, Hospitais, Clubes, Postos de gasolina, Laboratórios, Órgãos Públicos, Cartórios, Lavanderias, Hotéis, Resorts, Buffets Infantis, Parques Temáticos, Rodoviárias, Aeroportos, Centros Comerciais e Universidades. A franqueadora já tem parceria de pontos com grandes redes a nível nacional.

A vending machine possui um software de gestão à distância, que facilita o acompanhamento da máquina, informando o total de vendas por período, avisando quando há necessidade de repor as pizzas, entre outros relatórios.

Como a máquina faz boa parte do trabalho sozinha, resta ao franqueado apenas a assistência técnica da máquina quando necessária e a reposição das pizzas que ocorre geralmente 2 vezes por semana.

“A automação do atendimento é um futuro certo, o fast food no mundo está caminhando para isso e acreditamos que a Red Machines estará liderando esse processo no Brasil, com o tempo, todas as Redes de Franquia terão de migrar pelo menos parte da sua operação para o autoatendimento.”, afirma Ferreira.

O Grupo optou pelo modelo de negócio de franquia para iniciar seu processo de expansão no Brasil, assim o franqueado consegue manter os seus custos fixos baixos, em alguns casos, instalando a máquina em pontos sem custo de aluguel.

Quem quiser comprar uma franquia da Red Machines precisa passar por alguns passos, fazer um treinamento para aprender a fazer a manutenção preventiva, realizar a busca de ponto com ajuda da franqueadora e ter disponibilidade para gerir o equipamento.

“A princípio, estávamos buscando a expansão nos estados do Sul e Sudeste, como São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, mas agora com a demanda aumentando, estamos conversando com candidatos em outros Estados, como Nordeste e Centro Oeste. É o caso de Goiânia, onde abriremos 3 pontos ainda esse mês.” Diz David Almeida, da equipe de Expansão da Red Machines.



Website: http://www.redmachines.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »