30/03/2020 às 16h53min - Atualizada em 30/03/2020 às 21h04min

Cuidados necessários com a sala de radiologia

Para que os resultados de uma radiografia sejam fiéis, é necessário que alguns cuidados sejam tomados, como o controle de umidade.

DINO
http://www.thermomatic.com.br


Mesmo com todo o avanço da medicina, as radiografias (raio-X) continuam sendo muito utilizadas graças à sua eficiência e baixo custo. Sempre que há uma suspeita de fratura, recorre-se a elas, pois o diagnóstico é sempre preciso.

Para que os resultados de uma radiografia sejam fiéis, é necessário que alguns cuidados sejam tomados, como o controle sobre a umidade, para que ela não danifique filmes e também equipamentos. Normalmente, o filme está sujeito aos efeitos da umidade. Isso pode ocorrer tanto com os filmes virgens como com os revelados.

Quando um paciente é submetido a uma radiografia, o que se espera é um diagnóstico correto para a devida medicação ou outros procedimentos médicos que levem a total recuperação. Uma das vantagens da radiografia é eliminar suspeitas, principalmente quanto a ocorrência de fraturas.

Falhas no controle da umidade podem resultar em oxidação e também na proliferação de microrganismos, como fungos, bolor e mofo, que prejudicam a saúde dos pacientes e até mesmo de funcionários.

Por isso, é importante que os laboratórios ou hospitais mantenham total controle sobre a umidade, que não deverá superar os 60%. Outro cuidado que se deve ter é quanto à temperatura que, de preferência, não deve ser superior a 20ºC. Armazenados de forma incorreta, tanto equipamentos quanto filmes poderão produzir resultados distorcidos, o que pode ser desastroso para o paciente e, além disso, terão o efeito do contraste reduzido, o que implicará em alteração no resultado final. 

Também resulta da umidade excessiva o surgimento de fungos que provocam o desenvolvimento de bolor e de mofo, que podem contaminar completamente o ambiente. Como se sabe, esses microrganismos podem desencadear doenças respiratórias como a rinite alérgica e a asma.

Equipamentos e instrumentos utilizados nos laboratórios também podem sofrer danos pela ação da umidade. Ela pode causar a oxidação, corrosão e até ferrugem, prejudicando o funcionamento dos aparelhos e comprometendo os diagnósticos.

Para evitar que laboratórios tenham problemas com resultado de exames, a Anvisa baixou a Portaria nº 453, que estabelece diretrizes para a proteção radiológica, controlando temperatura e umidade nas salas de exame.

A melhor forma de proteção nas salas de radiografia é a utilização de um desumidificador Desidrat para manter a umidade do ambiente entre 50% e 60%, garantindo desta forma a preservação tanto de filmes quanto de equipamentos.

Produzido com a mais refinada tecnologia, o Desidrat da Thermomatic é a melhor solução para equilibrar a umidade em salas de radiografia, tanto em laboratórios quanto em hospitais. 

Saiba mais sobre o controle de umidade em salas de radiologia, acesse: https://www.thermomatic.com.br/aplicacoes/desumidificadores-para-area-da-saude-e-radiologia.html



Website: http://www.thermomatic.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »